A açao dos rios no relevo

image

Full
Answer

Quais são as formas de relevo relacionadas com os rios?

•De acordo com as características climáticas, o relevo, o solo, a cobertura vegetal e a ação do ser humano em cada região, existem diferentes formas de relevo relacionadas com os rios. •Essas formas são diferentes, dependendo da secção do rio onde nos encontramos. Formas de relevo fluvial

Como ocorre a ação da água sobre o relevo?

A ação da água sobre o relevo ocorre por intermédio do desgaste das formas existentes, além do transporte e da deposição de sedimentos, que podem dar origem a novas paisagens. As formas de relevo, ao contrário do que se possa imaginar, não são estáticas, mas estão em contínuas e sucessivas transformações.

Quais são as formas de relevo fluvial?

Formas de relevo fluvial –Secção superior Gargantas • Aparecem em áreas de rochas duras nas quais o rio escava um vale estreito. Dinâmica de uma bacia hidrográfica| Formas de relevo fluvial Formas de relevo fluvial –Secção superior Rápidos • Formam-se quando uma cascata sofre desgaste depois de muito tempo e o desnível diminui.

Quais são as formas de relevo?

•O Relevoé o conjunto de formas que a superfície terrestre apresenta. •As principais formas de relevo são: –Montanhas; –Planaltos; –Colinas; –Planícies; –Vales. Montanha •Forma de relevo de grande altitude, normalmente superior a 1000 metros e com vertentes de declive acentuado, vales profundos e topos pontiagudos. Planalto

image


Como as águas dos rios interferem no relevo?

A água dos rios também atua modificando a morfologia local, principalmente causando a erosão de suas margens e, em áreas de planaltos, o aprofundamento de seus leitos. Vale lembrar que a geração de sedimentos, por sua vez, pode modificar o direcionamento das águas e fazer com que outras áreas sejam afetadas.


Quais as consequências dos rios no relevo?

Toda mudança no relevo em resultado da força da água da chuva recebe o nome de erosão pluvial. Existem também processos erosivos provenientes das águas de rios, chamados de erosão fluvial.


Qual e a relação dos rios e as formas do relevo?

As águas dos rios deslocam de forma mais rápida, promovendo um grande desgaste do relevo, esse processo forma vales fluviais, além de promover o transporte de sedimentos para as áreas mais baixas do relevo.


Como a sociedade transforma o relevo?

O homem tem capacidade, através de sua força de trabalho e suas tecnologias, de construir túneis, retirar montanhas, desviar o curso de rios, modificar o relevo no campo e nas cidades. É bom lembrar que existem os fatores naturais de transformação, mas o homem provoca de forma artificial tais mudanças.


Quais as consequências do assoreamento dos rios ao meio ambiente?

Além da dificuldade de navegação, o assoreamento pode causar outros danos sociais e ambientais. Devido aos sedimentos acumulados no fundo do leito, a água vai procurar atalhos para seguir seu caminho. Muitas vezes esses desvios acabam chegando em áreas com ruas e casas, o que ocasiona as enchentes urbanas.


Quais são as principais influências de relevo em relação aos rios?

As alterações sofridas pelo relevo provenientes da ação da água da chuva são denominadas de erosão pluvial. Porém, esse não é o único caso, o relevo recebe interferência das águas de rios e também do mar. A erosão fluvial é o nome dado à atuação das águas dos rios no processo de modelagem do relevo.


Qual e a relação existente entre rios e erosão?

Erosão fluvial: é a erosão causada pelos rios ao longo de seu curso, nas suas margens e em seu leito. Pode ser mais comum em áreas de elevada altitude e relevos montanhosos, pois a gravidade tende a tornar o rio mais veloz, deixando as margens mais suscetíveis ao processo erosivo.


Quais são as principais diferenças entre as formas de relevo?

Os planaltos e as planícies são duas formas de relevo que têm uma característica em comum: os dois são relevos planos. A diferença entre eles é a altitude, já que os planaltos tem mais altitude se comparados às planícies.


Como se formam as formas de relevo?

De uma forma geral, o vulcanismo dá origem a duas formas de relevo: as montanhas e os planaltos. Já os fatores exógenos (externos) formam o relevo por meio de erosões, que podem ser pluviais (provocadas pela água da chuva) e fluviais (provocadas pelas águas dos rios e mar).


Como os seres humanos transformam o relevo de um lugar?

Resposta: Ele constrói túneis, retirar montanhas, desviar o curso de rios, modificar o relevo no campo e nas cidades. Explicação: homem ao longo da história vem modificando a natureza, então o relevo, que é parte integrante, sofre efeitos diretos da apropriação.


Como os seres humanos podem modificar o relevo?

Isso se dá através de atividades como o corte de árvores, o tratamento do solo, criação de animais domésticos, a construção de edifícios, estradas asfaltadas, perfuração de montanhas para a abertura de minas ou túneis, ou ainda o lançamento de resíduos orgânicos e industriais no ar, rios e mares.


Como o relevo é importante na vida das pessoas?

sezer66 / iStock / Getty Images Plus A principal interferência humana no relevo é a construção de túneis e abertura de minas. Em sua trajetória para alcançar maior comodidade, progresso e crescimento econômico, o ser humano provocou alterações significativas nos recursos naturais.


¿ Como se llama a forma de relevo que é encontrada em todo o mundo?

Aprenda mais sobre a forma de relevo conhecida como planície, que é encontrada não só em território brasileiro, mas também em todo o mundo. Este texto abordará a definição de planície, os processos que a originaram e suas particularidades. Venha conhecer também a maior planície alagável do mundo.


¿ Qual a forma de um planalto?

Existem três tipos de planaltos: aqueles formados por rochas de origem vulcânica, os basálticos; aqueles constituídos por rochas metamórficas e magmáticas intrusivas, os cristalinos; e aqueles formados por rochas do tipo sedimentar, os sedimentares.


Percepção dos fenômenos

Algumas dessas transformações são percebidas por nós. É o caso da destruição de praias pelos mares, de fendas abertas por terremotos e erupções vulcânicas, de formação de dunas, desmoronamento de barreiras, fendilhamentos de rochas compactas, etc. Outras, porém, se processam através dos tempos, além do breve período de nossa existência.


Ação do ar no relevo terrestre

O ar age nas modificações do relevo terrestre, seja diretamente, seja indiretamente. A ação direta do ar é mais Importante do que a indireta, esta consistindo na ação de elementos químicos que interferem na sua composição. Três fenômenos caracterizam a ação dos ventos no relevo terrestre:


Transporte

Os fragmentos resultantes da desagregação das rochas são transportados pelos ventos, por vezes a grandes distâncias. Tal transporte se faz tanto mais facilmente quanto o vento sopre numa mesma direção e velozmente.


Construção

Um obstáculo qualquer é suficiente para que os fragmentos rochosos se acumulem, formando dunas. São, geralmente, montículos de areia. No litoral, as dunas se chamam marítimas.


Ação das águas no relevo terrestre

A ação das águas nas modificações do relevo terrestre também se faz sentir como a do ar (e muito mais intensamente) em três fases: destruição, transporte, construção. De fato, por efeito da erosão, as águas destroem as rochas, mormente as rochas sedimentares.


A influência das ondas no relevo terrestre

Os mares, batendo constantemente sobre as costas, produzem escavações que acabam por provocar o desmoronamento das partes superiores das rochas litorâneas. Os fragmentos dessas rochas se tornam joguetes do mar, concorrendo para que se operem novas destruições.


Ação do calor solar no relevo terrestre

Pela ação do calor solar também podem as rochas desagregar-se. Aquecidas durante algum tempo pelo Sol, as rochas se dilatam. Se sobrevêm aguaceiros, estão sujeitas a se fender, pela brusca contração dos seus elementos componentes.

image

Leave a Comment