A açao termica de ondas curtas se produz pelo que

image

Full
Answer

O que são as ondas curtas?

As ondas curtas provocam um aumento do metabolismo, pois o gasto energético é acelerado, principalmente o consumo de glicose, de alguns nutrientes e de oxigênio. Com isso, a eliminação de produtos metabólicos do organismo é maior.

Qual a diferença entre onda curta e onda longa?

Em Rádio, a onda curta corresponde a alta frequência obtida pela relação inversa entre a frequência e o comprimento da onda e por isso denominada “ondas curtas”, pois seus comprimentos de onda são mais curtos do que os da onda longa, comprimentos utilizados no início das comunicações de rádio.

Qual o papel das ondas curtas na transmissão de rádio?

As ondas curtas representam importante papel nas transmissões de rádio tanto para radiodifusão como para fins utilitários (comunicações com aviões, embarcações, etc), civis, militares ou comerciais.

Por que as transmissões por ondas curtas sofrem distorções?

As transmissões por ondas curtas sofrem frequentes distorções, com o perda de nitidez em determinadas frequências sonoras, que soam como “ocas”, alterando a composição harmónica do som natural e criando, por vezes, uma estranha qualidade sonora devido à combinação de ecos com a distorção de fase.

image


Como funciona ondas curtas?

As ondas curtas têm um efeito bastante positivo sobre o tecido muscular, provocando um relaxamento da musculatura, facilitando a transmissão nervosa e por meio da vasodilatação, que promove a captação das toxinas produzidas durante o esforço muscular.


Quais tipos de colocação dos eletrodos do ondas curtas?

Os eletrodos podem ser dispostos pelo modo longitudinal (um eletrodo em cada extremidade do membro), coplanar (ambos aplicados no mesmo lado do membro) ou contraplanar (um eletrodo em cada lado do membro).


O que determina a diatermia por ondas curtas?

A diatermia por ondas curtas se dá pela aplicação da energia eletromagnética através dos tecidos corporais e auxilia o processo de cicatrização, transmitindo calor profundo ao tecido e resultando em numerosos efeitos benéficos.


Para que serve o aparelho de ondas curtas?

Aparelho de Ondas Curtas p/Fisioterapiaque produz calor profundo utilizado em tratamentos pós-fratura, contusões, mialgias, lombalgias, etc. auxiliando o aumento de fluxo sanguíneo, alívio das dores e espasmos musculares, diminuição da rigidez articular, resolução da inflamação.


Quais as diferenças entre as ondas curtas contínuas e pulsadas?

As ondas do ultrassom podem ser aplicadas na fisioterapia de forma pulsada ou contínua. O ultrassom contínuo tem efeito térmico dominante, enquanto o efeito mecânico predomina no pulsado. O outro tipo de classificação do ultrassom diz respeito à frequência, o que será melhor especificado adiante no texto.


O que são eletrodos capacitivos?

O que são eletrodos capacitativos, utilizados para transferir energia aos tecidos, utilizando o aparelho de ondas curtas? São placas metálicas com espaço de ar e eletrodos do tipo placa de borracha. São placas metálicas com espaço de ar, eletrodos do tipo placas de borracha e na forma de cabos.


Qual o tipo de energia que o ondas curtas utiliza para indução térmica?

As ondas curtas são um recurso de diatermia utilizado pelos fisioterapeutas que converte a energia eletromagnética de alta frequência em energia térmica nos tecidos (SILVA et al., 2007).


Para que serve o FES na fisioterapia?

Para que serve: a FES é indicada quando é preciso favorecer o fortalecimento muscular em pessoas que não conseguem controlar o movimento, como em caso de paralisia, sequela de AVC, ou em atletas para melhorar o rendimento do treino por recrutar mais fibras que a contração normal.


Quais os efeitos do microondas na fisioterapia?

Efeitos terapêuticos Regeneração tecidual: devido ao aumento do aporte de substâncias nutritivas, enzimas, eletrólitos, oxigênio. Analgesia: aumenta o limiar de excitabilidade dos nervos sensitivos e também o descongestionamento da área, promove relaxamento. Diminui a pressão arterial Diminuição do espasmo muscular.


Como usar o turbilhão na fisioterapia?

O jato do turbilhão deve ser direcionado de acordo com a necessidade de cada paciente, massageando a área e acompanhando os exercícios. Os movimentos precisam ser coordenados, de modo a aproveitar todo o potencial do aparelho. Ao final da sessão, é importante disponibilizar uma toalha para o paciente se enxugar.


O que é a diatermia e quando ela é indicada?

A diatermia por ondas curtas é um aparelho que usa uma radiação não-ionizante da porção de frequência de rádio do espectro eletromagnético para produzir calor, que é enviado aos tecidos mais profundos do nosso corpo. Geralmente, a banda de radiofrequência gira em torno dos 27 MHz.


Quais são os tipos de eletrodos e de aplicações dos aparelhos de ondas curtas?

A diatermia por ondas curtas pode ser aplicada a partir de dois métodos, o capacitivo e o indutivo, que por sua vez também precisarão de tipos de eletrodos diferenciados.


Descrição

A onda curta corresponde ao espectro de frequência dos 3.000 kHz a 30.000 kHz (3-30 MHz ).


Propagação e características

A ionosfera reflete frequentemente as ondas de rádio de HF (um fenómeno conhecido como a propagação), sendo usada extensivamente para a radiocomunicação da escala média e longa. Entretanto, a conformidade desta parcela do espectro para tal comunicação varia extremamente com uma combinação complexa de fatores:


Espectro

O espectro eletromagnético nas frequências de ondas curtas é ocupado por transmissões das mais diferentes formas, desde radiodifusão comercial e não comercial, até transmissões de radioamadores e transmissões para comunicação entre aviões e navios .


Atribuição de frequências

O uso das faixas de ondas de rádio são atribuídas pela World Radiocommunication Conference (WRC), organizada sob os auspícios da International Telecommunication Union .


Longas distâncias

Devido a possibilidade de transmissão por longas distâncias (DX) associada ao uso de ondas curtas, algumas transmissões de radiodifusão regionais ou nacionais são sintonizadas em locais muito distantes, especialmente pelos radioamadores e radio escutas swl (chamados no Brasil de ” dexistas “), que compõem relatórios de recepção, qualificando a qualidade da transmissão e descrevendo detalhadamente o conteúdo da transmissão.


Usos da onda curta

Para além das comunicações rádio a longa distância, em que as características de propagação ionosférica das ondas curtas exibem condições únicas em todo o espectro radioeléctrico, sendo as únicas que permitem a cobertura de vastas áreas da superfície terrestre a partir de uma única antena.


As ondas curtas na música

Alguns músicos têm sido atraídos pelas características sonoras únicas da rádio de ondas curtas que, devido à natureza da modulação de amplitude, à constante variação das condições de propagação e à presença de interferências, geralmente têm fidelidade sonora inferior à das transmissões locais, particularmente a que se fazem através das estações de FM.

image


Descrição geral


Descrição

A onda curta corresponde ao espectro de frequência dos 3.000 kHz a 30.000 kHz (3-30 MHz). Em Rádio, a onda curta corresponde a alta frequência obtida pela relação inversa entre a frequência e o comprimento da onda e por isso denominada “ondas curtas”, pois seus comprimentos de onda são mais curtos do que os da onda longa, comprimentos utilizados no início das comunicações de rádio. HF (alta frequência) é um nome alternativo para onda curta de rádio.


Propagação e características

A ionosfera reflete frequentemente as ondas de rádio de HF (um fenómeno conhecido como a propagação), sendo usada extensivamente para a radiocomunicação da escala média e longa. Entretanto, a conformidade desta parcela do espectro para tal comunicação varia extremamente com uma combinação complexa de fatores:
• Luz solar/escuridão no local da transmissão e da recepção


Espectro

O espectro eletromagnético nas frequências de ondas curtas é ocupado por transmissões das mais diferentes formas, desde radiodifusão comercial e não comercial, até transmissões de radioamadores e transmissões para comunicação entre aviões e navios.
Muitos países contam com emissoras estatais de ondas curtas em diversos idiomas, com a intenção de levar as notícias económicas, culturais ou mesmo as notícias do dia-a-dia da sua pop…


Atribuição de frequências

O uso das faixas de ondas de rádio são atribuídas pela World Radiocommunication Conference (WRC), organizada sob os auspícios da International Telecommunication Union.
As ondas de rádio AM são atribuídos com 5 kHz de separação para a radiodifusão de áudio analógico tradicional.
• Ondas Curtas – 2,3 MHz–26,1 MHz, divididas em quinze bandas, apresentam longo alcance, por…


Longas distâncias

Devido a possibilidade de transmissão por longas distâncias (DX) associada ao uso de ondas curtas, algumas transmissões de radiodifusão regionais ou nacionais são sintonizadas em locais muito distantes, especialmente pelos radioamadores e radio escutas swl (chamados no Brasil de “dexistas”), que compõem relatórios de recepção, qualificando a qualidade da transmissão e descrevendo detalhadamente o conteúdo da transmissão. Os radioescutas enviam esses relató…


Usos da onda curta

Para além das comunicações rádio a longa distância, em que as características de propagação ionosférica das ondas curtas exibem condições únicas em todo o espectro radioeléctrico, sendo as únicas que permitem a cobertura de vastas áreas da superfície terrestre a partir de uma única antena. Essa propagação permite a radiodifusão para grandes áreas, ultrapassando facilmente as fronteiras políticas entre estados, o que em tempos de divisão do mundo em blocos geopolítico…


As ondas curtas na música

Alguns músicos têm sido atraídos pelas características sonoras únicas da rádio de ondas curtas que, devido à natureza da modulação de amplitude, à constante variação das condições de propagação e à presença de interferências, geralmente têm fidelidade sonora inferior à das transmissões locais, particularmente a que se fazem através das estações de FM. As transmissões por ondas curtas sofrem frequentes distorções, com o perda de nitidez em deter…

Leave a Comment