A arte vai acabar nas escolas 2019

image

Qual a importância da arte nas escolas?

A arte é também um campo do conhecimento que instaura de forma contínua um processo de comunicação com a sociedade, por meio de exposições, shows, festas, espetáculos, festivais, filmes, publicações e encontros que provocam emoções, trocas de saberes e afetos.

Qual o valor do ensino da arte na escola desde a primeira infância?

É importante ressaltar o grande valor do ensino da Arte na escola desde a primeira infância, já que o envolvimento com as Artes amplia horizontes de maneira singular. Certamente uma criança que tem acesso a uma educação que prioriza a Arte tem mais recursos e referenciais em sua capacidade interpretativa de maneira mais sensível e inusitada.

Por que o professor de arte começou a ser respeitado na Escola?

O professor de Arte era desconsiderado, diziam que ele não prepara aula, aí o professor de Arte começou a ser respeitado na escola, porque ele tinha que preparar aula como todos os outros. Para o professor, foi um ganho. Você disse que a Arte está perdendo espaço por causa dessa junção com as outras disciplinas no Ensino Médio.

Como é o processo de ensino e aprendizagem da arte?

O processo de ensino e aprendizagem é intrínseco no campo da arte, alguns artistas, inclusive, consideram a própria produção artística como uma prática educativa, na medida em que podem ser concebidas em processos colaborativos a partir de intensas trocas e negociações ou que promovam a participação do público.

image


Qual a importância do ensino das Artes na escola?

Engana-se quem pensa que a disciplina de artes nas escolas é somente um momento recreativo de lazer e entretenimento. A arte na escola vai muito além. O ensino das linguagens artísticas para crianças e adolescentes pode estimular o desenvolvimento de novas habilidades, aptidões diversas etc. E é isso que vamos discutir aqui.


A Arte na Educação é lei

Em todos os países do primeiro mundo, a arte é reconhecida como parte indiscutível do currículo do sistema educacional. No Brasil, a legislação já prevê o ensino da Arte, especialmente em suas expressões regionais, como componente curricular obrigatório na Educação Básica.


Novas habilidades por meio da educação artística

Em geral, o senso comum sobre a Arte-educação limita a amplitude da área. A primeira ideia que surge são atividades realizadas em telas, tintas usando, por vezes, técnicas específicas de pintura. Quando há um pouco mais de compreensão, se mencionam as esculturas. Mas é possível ir bem além.


Arte estimula pensamento, sensibilidade e expressão crítica

As obras artísticas não são meramente elementos decorativos. Muitas são resultado de expressão social, de acontecimentos, ideologias, ou são até manifestações de cunho político.


Conclusão

É importante ressaltar o grande valor do ensino da Arte na escola desde a primeira infância, já que o envolvimento com as Artes amplia horizontes de maneira singular. Certamente uma criança que tem acesso a uma educação que prioriza a Arte tem mais recursos e referenciais em sua capacidade interpretativa de maneira mais sensível e inusitada.


Arte na Escola UFPel

Desde 1995 o Centro de Artes/UFPEL abriga O Projeto Arte na Escola, a partir de um convênio feito entre a UFPel e o Instituto Arte na Escola. O Instituto Arte na Escola resulta da institucionalização do Projeto Arte na Escola, criado em 1989 pela Fundação Iochpe.


Sobre o Instituto Arte na Escola

O Instituto Arte na Escola é uma associação civil sem fins lucrativos que, desde 1989, qualifica, incentiva e reconhece o ensino da arte, por meio da formação continuada de professores da Educação Básica.


A educação artística no Brasil

O ensino de Arte no Brasil passou por inúmeras mudanças desde sua inserção no currículo escolar oficial, implementado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB).


A importância de incluir atividades artísticas nas aulas

Atualmente, o ensino de Arte é baseado em diversos estudos que estruturam o currículo educativo, estabelecendo diretrizes básicas que orientam a prática pedagógica em todo o país.


Implementando a arte na educação

A educação artística oferece aos estudantes uma compreensão geral da aplicação da disciplina, seus métodos, técnicas e propostas pedagógicas. Nesse sentido, as crianças e jovens podem se desenvolver não apenas cognitivamente, mas também social e emocionalmente.


Criação

Esta dimensão é talvez a mais conhecida e associada ao ensino de arte. Ela está relacionada aos processos que envolvem o fazer artístico, tais como inquietações, desafios e decisões. Importante reforçar que se aprende a ser criativo em ambientes onde há liberdade de expressão e em que somos estimulados a experimentar o inesperado.


Crítica

Esta dimensão está presente no trabalho de pesquisadores, críticos, curadores e de educadores que estudam as manifestações artísticas e culturais. Refere-se à articulação do pensamento à ação artística.


Estesia

Esta dimensão está relacionada à ativação dos sentidos e da percepção, a estesia refere-se à experiência sensível dos sujeitos em relação ao espaço, ao tempo, ao som, aos cheiros, aos sabores, às imagens, ao movimento, ao próprio corpo e aos diferentes materiais.


Expressão

Esta dimensão refere-se à capacidade de exteriorizar as subjetividades por meio das linguagens e procedimentos artísticos de forma pessoal ou coletiva.


Fruição

Esta dimensão refere-se ao deleite e estranhamento que os sujeitos vivenciam em interações com a arte. O ensino de arte deve promover a ampliação do repertório estético do estudante ao proporcionar uma relação com produções artísticas e culturais oriundas das mais diversas épocas, lugares e grupos sociais.


Reflexão

Esta dimensão está relacionada à atitude de analisar, interpretar e construir argumentos. Refere-se ao processo de construir hipóteses sobre as fruições, as experiências e os processos criativos, artísticos e culturais. É a atitude de perceber, analisar e interpretar a vivência com a obra de arte, seja como espectador ou como criador.


Compartilhar

Esse site utiliza cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação, analisar como você interage em nosso site, otimizar o desempenho e personalizar o conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies. Saiba mais em nosso Portal de Privacidade.

image


A Arte Na Educação É Lei

Image
Em todos os países do primeiro mundo, a arte é reconhecida como parte indiscutível do currículo do sistema educacional. No Brasil, a legislação já prevê o ensino da Arte, especialmente em suas expressões regionais, como componente curricular obrigatório na Educação Básica. O que fica em discussão é a qualidad…

See more on blog.casaescola.com.br


Novas Habilidades por Meio Da Educação Artística

  • Em geral, o senso comum sobre a Arte-educação limita a amplitude da área. A primeira ideia que surge são atividades realizadas em telas, tintas usando, por vezes, técnicas específicas de pintura. Quando há um pouco mais de compreensão, se mencionam as esculturas. Mas é possível ir bem além. Entenda que a Arte está presente na vida e não apenas nas exposições d…

See more on blog.casaescola.com.br


Arte Estimula Pensamento, Sensibilidade E Expressão Crítica

  • As obras artísticas não são meramente elementos decorativos. Muitas são resultado de expressão social, de acontecimentos, ideologias, ou são até manifestações de cunho político. Neste sentido, fazer a leitura de um trabalho de arte, desenvolver a sensibilidade e percepção de seus significados históricos sociais envolvidos, e mais importante, refletir fazendo. Tudo isso c…

See more on blog.casaescola.com.br


Conclusão

  • É importante ressaltar o grande valor do ensino da Arte na escola desde a primeira infância, já que o envolvimento com as Artes amplia horizontes de maneira singular. Certamente uma criança que tem acesso a uma educação que prioriza a Arte tem mais recursos e referenciais em sua capacidade interpretativa de maneira mais sensível e inusitada. Interessante saber que a Ar…

See more on blog.casaescola.com.br

Leave a Comment