A bebida acaba com tudo

image


E normal beber e esquecer das coisas?

É uma experiência já vivida por muitas pessoas: uma noite regada a bebidas alcóolicas que deixa poucas memórias no dia seguinte. Um blecaute. A amnésia causada pelo excesso de álcool ocorre quando o cérebro se torna incapaz de registrar os eventos transcorridos durante a bebedeira.


O que a bebida destrói?

Ao estar sob efeito do álcool, a pessoa pode ter descoordenação motora, fala arrastada, incapacidade de julgamento, euforia, desinibição e aumento da autoconfiança. Por outro lado, o seu humor pode ficar ainda mais retraído, ou descontraído, mas em alguns casos, a pessoa pode ficar violenta.


Porque a gente esquece das coisas quando bebe?

À medida que o nível de álcool vai aumentando no sangue, maior é a dificuldade para ter um funcionamento cerebral normal e, por isso, atividades menos importantes, como a criação e solidificação de memórias, vão sendo desligadas.


O que o álcool pode fazer na vida de alguém?

Problemas que atingem o indivíduo Doenças – nem todos sabem, porém o álcool, quando consumido de uma forma exagerada, poderá ocasionar problemas como Gastrite, Hepatite ou Cirrose Hepática, Impotência ou Infertilidade, Infarto, Trombose, Câncer, Pelagra, Demência e Anorexia Alcoólica.


O que faz mais mal cerveja ou destilados?

Em um estudo realizado pelo meu grupo e recentemente publicado no jornal “Alcohol”, os bebedores de destilados demonstraram maior gravidade do alcoolismo, maior magnitude da fissura pela bebida e menor aderência ao tratamento médico proposto, em relação aos bebedores de cerveja.


Qual a diferença entre cerveja e cachaça?

Bebidas destiladas são geralmente mais fortes e com alto teor alcoólico. São elas: cachaça, rum, tequila, vodka e uísque. Já as bebidas fermentadas, surgem através de um processo de transformação dos açúcares em álcool, ácido carbônico, entre outros produtos. São bebidas fermentadas: cerveja, saquê, vinho e sidra.


Como se lembrar do que aconteceu depois de beber?

Na maioria das vezes o álcool faz isso mesmo: prejudica sua memória. Mas em algumas situações específicas ele pode até ajudá-la. Para recuperar as boas histórias da festa passada, por exemplo, o jeito é repetir a noite anterior: beber com as mesmas pessoas, no mesmo lugar.


O que fazer para não ser esquecido?

8 atitudes para evitar problemas de memóriaPraticar exercícios físicos 3 vezes por semana. … Ler e fazer jogos de raciocínio. … Adotar uma dieta mediterrânea. … Tratar a ansiedade e a depressão. … Dormir 6 a 8 horas por dia. … Evitar remédios para dormir. … Evitar bebidas alcoólicas. … Fazer check-ups anuais.


O que é bom para não esquecer as coisas?

Seja criativo treinando… a memóriaFaça do ato de lembrar algo extraordinário. … Use a técnica do ‘palácio da memória’ … Esteja atento para receber informação. … Pratique diariamente.


Qual a diferença entre bebidas alcoólicas e bebidas não alcoólicas?

Bebidas alcoólicas vinho, whisky, vodka e cerveja. Já as bebidas não alcoólicas, são classificadas como bebidas naturais, infusões, bebidas alimentares e bebidas refrescantes.


Pode misturar cerveja com vodka?

Se você consegue encarar uma caipicerva (aquele drinque de cerveja com pinga), pode festejar: não tem o menor problema juntar uísque, cerveja, vinho e vodca.


Como é feito o uísque?

O whisky é produzido a partir de três ingredientes básicos: grãos (cevada, trigo, milho ou centeio, por exemplo), água e fermento. No penúltimo estágio do processo de produção entram os barris de carvalho, responsáveis por grande parte dos aromas e sabores encontrados na bebida.


Como é feito o hidromel?

O Hidromel ou “vinho de mel”, obtido através da fermentação por leveduras em uma solução diluída constituído de mel e água até a transformação dos açúcares do mel em álcool, é produzida na área rural do município.


HISTÓRIA

A Indústria de Bebidas Paratudo teve início em 1951, com o lançamento de seu primeiro produto, a Paratudo, uma bebida feita à base de ervas e raízes amargas.


PRODUÇÃO

A sede da Indústria de Bebidas Paratudo, com 30.000 m², abriga o que há de mais moderno em tecnologia. Seu parque industrial e sua estrutura administrativa obedecem aos mais rigorosos padrões de qualidade. São respaldados por uma das mais avançadas e inovadoras normas de produção, de envase, de controle microbiológico e de logística do país.


RESPONSABILIDADE SOCIAL

A indústria possui um completo sistema de gestão ambiental, para mantermos o nosso compromisso de preservação do meio ambiente. Nosso processo de produção utiliza recursos naturais de forma racional e sustentável, atendendo aos rigorosos padrões ambientais e evitando desperdícios.


DISTRIBUIÇÃO

Presente nas principais capitais e no interior, temos a capacidade de atender toda nossa demanda com excelência, levando qualidade e confiabilidade aos nossos clientes e parceiros. Contamos com uma equipe altamente capacitada e treinada que mobiliza de forma profissional todo o processo desde a expedição até o público final.


As 10 coisas mais doidas que já me aconteceram

Eu adoro listas! Adoro ficar vendo listas nas redes sociais, leio todas! Então decidi fazer uma lista só minha. Claro que eu vou esquecer um monte de coisas e depois vou querer mudar ou incluir, mas quando isso acontecer eu faço uma nova lista, afinal de contas eu posso fazer quantas eu quiser, pra isso não há limites.


Somos todas tia Beth

Eu não conheço a tia Beth, não pessoalmente. Mas ela existe e é tia de uma amiga minha aqui de Portugal. Tudo começou quando estávamos conversando sobre maternidade no nosso grupo de whatsapp só de mulheres. Foi no fim de 2021 e cada uma estava contando sobre suas dificuldades e compartilhando coisas sobre os filhos.


Depois de um longo e tenebroso isolamento

Voltei. Não só a escrever no blog, mas voltei a ter algum controle sobre a minha vida. Essa coisa de covid é uma loucura mesmo, né? Passamos quase dois anos nos escondendo, nos isolando, respeitando cada uma das regras impostas pelos governos, fomos cidadãos exemplares, e agora, na reta final, esse bicho nos alcançou.


Nostalgia de aniversário e Natal

Dia 20 de dezembro foi meu aniversário, completei 42 anos. Quando eu era pequena, detestava fazer aniversário perto do Natal, não só pelo “presente combinado”, mas porque era férias e eu nunca podia fazer festinha na escola e sempre tinha que comemorar antes ou depois. Mas agora eu acho bem legal.


Covid ou não covid, eis a questão

Quem tem acompanhado nossa saga para conseguir viver regularmente em Portugal, já deve ter percebido que nada é muito fácil e que, normalmente, as coisas dão errado antes de darem certo.


Perrengues de Imigrante – Parte 4

Carta de Motorista de Schrodinger Nessa minha saga para conseguir tirar a carta de motorista, eu estou perdendo algumas batalhas, vencendo outras, mas a guerra continua. Quem não leu o começo da história pode voltar para a parte 1 e a parte 2.


Um conto canino de Natal

Andei meio sem inspiração para escrever, mas essa semana me trouxe justamente o que eu estava precisando. Prepara o vinho que lá vem história. Tudo começou na sexta-feira, no fim da tarde. Peguei o carro para buscar a Lara na escola, mas antes de chegar no fim da rua um cachorro pulou na frente do meu carro.

image

Leave a Comment