A reprodução humana é controlada pela açao

image

Como é a reprodução humana?

Resumo da Reprodução Humana: Sistema reprodutor masculino Os órgãos reprodutivos masculinos são o pênis, testículos, sistema de ductos, vesícula seminal, próstata, glândula bulbouretral e escroto. Os testículos estão localizados dentro do escroto, espécie de bolsa músculo-cutânea que protege os órgãos e fica em uma área antes do períneo.

Qual a importância da biologia da reprodução humana?

O estudo da biologia da reprodução humana, além de interessar diretamente a nossa espécie, permite a compreensão do mecanismo da reprodução dos mamíferos em geral. Homem e mulher podem, se o quiserem, transmitir a vida.

Quais são os órgãos que constituem o sistema reprodutor humano?

O sistema reprodutor humano – tema de questões do Enem – é formado por órgãos que constituem o aparelho genital masculino e feminino. O aparelho genital masculino é constituído por dois testículos, bolsa escrotal, epidídimo, canal deferente, pênis e glândulas anexas (próstata, vesículas seminais e glândulas bulbouretrais).

Quais são os pontos determinantes sobre a reprodução humana assistida?

Além de muito discutido, ainda há lacunas em alguns pontos determinantes sobre esse assunto. No Brasil não há uma lei específica para a reprodução humana assistida, sendo a inovação amparada pela Constituição Federal e por alguns decretos (SOUZA e ALVES, 2016).

image


Qual é a função da hipófise no sistema reprodutor?

Qual é o papel da hipófise no ciclo reprodutivo? Como vimos, a hipófise produz hormônios que ativam as funções de diferentes partes do organismo. Sendo assim, a glândula tem importante papel no processo reprodutivo, o que inclui a regulação do ciclo menstrual e a participação na produção dos gametas.


Quais são os hormônios masculinos e femininos e suas funções?

Os hormônios sexuais são substâncias produzidas nas gônadas, testosterona nos testículos (em indivíduos do gênero masculino) e progesterona e estrógeno nos ovários (em indivíduos do gênero feminino).


O que é a fisiologia da reprodução dos seres humanos?

A mulher nasce com um número determinado de folículos nos ovários, cerca de 1 a 2 milhões e, desde o nascimento, vai apresentando uma perda diária de folículos. Desse modo, quando há o início da vida reprodutiva, existem cerca de 500 mil folículos e a cada ciclo são perdidos cerca de 1.000 folículos.


Quais os hormônios produzidos pelo ovário?

Os principais hormônios sexuais femininos são o estrógeno e a progesterona, produzidos principalmente pelos ovários durante a vida reprodutiva.


Quais são os hormônios masculinos e suas funções?

Além da testosterona, temos o hormônio folículo estimulante, conhecido como FSH, que tem como função principal a produção de espermatozóides. Já o hormônio luteinizante atua estimulando a produção de testosterona. Chamado de LH, ele impacta na produção total de espermatozoides em homens de todas as idades.


Quais são os hormônios femininos?

Quais os principais hormônios femininos?Progesterona. A progesterona é um hormônio que é responsável por regular o ciclo menstrual da mulher, preparando o útero para receber o óvulo fertilizado e evitar que este seja expulso pelo corpo. … Estrogênio. … Ocitocina. … HCG. … Testosterona.


O que é o processo de reprodução?

A reprodução é uma das características que diferem os seres inanimados dos seres vivos. Ela consiste no processo em que um ou mais organismos produzem descendentes, passando a eles uma cópia de todos ou de alguns de seus genes. Assim, a reprodução é imprescindível para a manutenção das espécies.


Como acontece a reprodução no ser humano?

Na reprodução humana, para que haja a gravidez natural, o sistema reprodutor dos dois devem estar funcionando perfeitamente, o homem deve ejacular na vagina da mulher, permitindo que os espermatozoides entrem na cavidade uterina através do colo do útero e do canal cervical.


Quais as três etapas da reprodução humana?

As três principais fases da reprodução humana. veja mais, como explicitadas abaixo, são: Ovulação. veja mais, Fertilização e Implantação.


Qual é a função do hormônio progesterona?

Uma de suas funções é a regulação do ciclo menstrual. Como a substância é responsável pela manutenção do endométrio, assim que seus níveis diminuem, o tecido endometrial começa a descamar, dando origem à menstruação. Outra fundamental função desse hormônio é a preparação do útero para a gestação.


Qual é a função do hormônio estrogênio?

Estrogênio. O estrogênio é produzido, sobretudo, pelos ovários e possui funções importantes relacionadas às características sexuais da mulher. Além disso, assim como a progesterona, também atua na regularização do ciclo menstrual feminino e na preparação do útero para a gravidez.


O que produz o estrogênio?

A maior parte do estrogênio em seu corpo consiste em estradiol e ele é produzido nos ovários. No entanto, os estrogênios também são produzidos em outras áreas do corpo, incluindo tecidos adiposos, ossos, pele, fígado e glândulas supra-renais (1).


Função ovariana na reprodução humana

A mulher nasce com um a dois milhões de folículos e perde parte deles diariamente. Quando há o início da vida reprodutiva, existem cerca de 500 mil folículos e a cada ciclo menstrual são perdidos aproximadamente 1.000. Os ciclos menstruais acontecem em três fases sucessivas: folicular, ovulatória e lútea.


Fase folicular

O crescimento folicular é o resultado da ação do cérebro e do ovário estimulando folículos selecionados a cada ciclo. Com o aumento dos níveis hormonais do ciclo anterior, no início da fase folicular, já acontece o desenvolvimento dos folículos selecionados.


Fase ovulatória

O folículo começa a amadurecer e a produção alta de estrogênio acaba por induzir picos hormonais a nível cerebral que estimulam a ruptura do folículo. Quando ele se rompe, libera para a cavidade pélvica o óvulo pronto para o encontro com o espermatozoide.


Fase lútea

O endométrio nesta fase torna-se ainda mais espesso e vascularizado, preparando-se para uma possível implantação de embrião sob efeito da progesterona, produzida principalmente pelo folículo já roto, também chamado de corpo lúteo.


Período fértil na reprodução humana

O óvulo, após ser expelido do ovário, mantém-se viável por cerca de 24 a 48 horas. Já os espermatozoides podem sobreviver no trato reprodutivo feminino por até 4 a 5 dias. Sabe-se que a ovulação ocorre cerca de 14 dias antes da menstruação seguinte.


Fertilização na reprodução humana

Quando ocorre a ovulação, o óvulo é expelido na cavidade abdominal e através do trabalho de ventosas nas tubas, é levado para o interior da tuba. Após a ejaculação no interior da vagina, os espermatozoides são levados ao interior da cavidade uterina e para o interior da tuba.


Controle hormonal da reprodução humana

Os hormônios gonadotróficos da hipófise, o foliculestimulante (FSH) e o luteinizante (LH) estimulam os testículos a produzir espermatozoides e andrógenos (hormônios masculinos). No homem, a formação de gametas e de hormônios é contínua.


Fecundação e gravidez

Após sair do folículo, o ovócito II pode sobreviver, no máximo, 48 horas. Se durante esse intervalo de tempo um espermatozoide o alcançar, ocorrerá a fecundação. O ovócito II é fecundado geralmente no terço superior da tuba uterina.


Fertilidade humana

A fertilidade normal depende da produção de um número suficiente de espermatozoides saudáveis e móveis e da penetração de um deles em um ovócito igualmente saudável.


INTRODUÇÃO

Maria Helena Diniz questiona: “Até onde as ciências da vida poderão avançar sem que haja agressões à dignidade da pessoa humana e de outros direitos?”. [1]


Wieland Puntigam Travnik

Advogado (OAB/SP 264.659). Formação Acadêmica – Unimep. Pós Graduado em Processo Civil pela Metrocamp. Advoga desde 2007, (advogou até junho de 2014 no escritório Suguimoto & Associados no âmbito do direito cível e empresarial).


Informações sobre o texto

Veja Também: A penhora online de Imóveis (ARISP) e sua aplicação em prol daqueles que não fazem jus à Justiça gratuita. Leia mais: http://jus.com.br/1074564-wieland-puntigam-travnik/publicacoes#ixzz3JW7uzWwB


RESUMO

A infertilidade é uma realidade que acomete muitos casais no mundo todo, com dados estatísticos que demonstram um crescimento desta condição.


1. INTRODUÇÃO

Reprodução Humana Assistida (RHA) é o termo utilizado para descrever o conjunto de técnicas utilizadas para o tratamento da infertilidade através de métodos médico-tecnológicos onde ocorre a manipulação de pelo menos um dos gametas (RAMIREZ-GALVEZ, 2008).


2. METODOLOGIA

Para a elaboração deste trabalho, a metodologia adotada foi a revisão bibliográfica, desenvolvida por meio de um estudo baseado em artigos científicos publicados em revistas relacionadas ao tema.


3. A HISTÓRIA E O ADVENTO DA REPRODUÇÃO HUMANA ASSISTIDA

A reprodução assistida foi ensaiada pela primeira vez na idade média, em torno de 1300, quando Le Bom teria realizado tentativas de inseminação artificial em animais. Em 1790, o médico inglês Jon Hunter obteve êxito com a prática em uma mulher.


4. PRINCIPAIS TÉCNICAS DE REPRODUÇÃO HUMANA ASSISTIDA

As técnicas de reprodução humana assistida auxiliam o procedimento de procriação quando outros métodos se mostram ineficazes. Deste modo, ajustam-se de duas maneiras: inseminação artificial ou fertilização assistida, conforme o problema apresentado (CRUZ, 2008).


4.1 INSEMINAÇÃO INTRAUTERINA (IIU)

A Inseminação Intrauterina (IIU) é definida como uma técnica simples e de menor complexidade, no qual ocorre apenas a manipulação de um dos gametas.


4.2 FERTILIZAÇÃO IN VITRO (FIV)

A Fertilização In Vitro (FIV) é uma das técnicas de reprodução assistida mais utilizada, na qual a manipulação e a fecundação dos gametas masculinos e femininos são executadas em laboratório (CRUZ, 2008).


Sistema Respiratório

Para receber o oxigênio (O2) presente na atmosfera e eliminar dióxido de carbono (CO2), os seres humanos precisam de todos os órgãos presentes no sistema respiratório para fazer as trocas gasosas. Os órgãos responsáveis por este processo são: fossas nasais, faringe, laringe, traquéia, brônquios e alvéolos pulmonares.


Ritmo Respiratório

O controle da respiração é realizado pelo centro respiratório localizado no Bulbo raquidiano, que se caracteriza principalmente nas concentrações de gás carbônico presente no sangue.

image

Leave a Comment