Como acabar com a coceira na vagina

image

Common Causes

Vinagre de maçã. O vinagre de maçã é um remédio maravilhoso para o tratamento da coceira vaginal, devido à sua propriedades antibacterianas e antifúngicas. A acidez presente no vinagre de cidra ajuda também a restaurar o equilíbrio do pH vaginal, evitando assim a proliferação de bactérias más, causadores de vaginites.

Related Conditions

A principal causa de coceira na vagina é o aparecimento de uma alergia na região íntima, geralmente causada pelo uso de produtos íntimos ou calcinhas de material sintético. No entanto, a coceira também pode indicar algum problema mais sério, como candidíase, IST’s ou câncer vaginal, por exemplo.

Qual o melhor remédio para coceira vaginal?

Entre as plantas medicinais, também encontramos bons aliados para acalmar a coceira na zona vaginal, e as que dão maior alívio são a sálvia, arnica, calêndula, tomilho e hamamélis.

Quais são as causas da coceira na vagina?

Independentemente da causa da coceira, é possível obter alívio temporário do desconforto ao aplicar uma compressa fria com uma toalha na genitália. [1] Para usar uma compressa fria, pegue uma toalha limpa e molhe-a na água corrente até que ela fique ensopada.

Como acalmar a coceira na zona vaginal?

Como tratar a coceira na genitália?

image


1. Candidíase

A candidíase é uma infecção comum causada pelo crescimento excessivo do fungo Candida albicans, principalmente quando o sistema imune está enfraquecido ou quando ocorrem alterações no pH da região íntima, causando coceira vaginal, ardência, e corrimento branco grumoso, com textura de nata ou leite talhado.


2. Alergia a substâncias químicas

Algumas substâncias químicas, como o cloro presente na água do jacuzzi, banheira ou piscina, por exemplo, pode causar coceira na vagina, sendo nesses casos recomendados que a região íntima seja bem lavada com sabão de pH neutro. Depois de seca, é recomendado utilizar calcinha de algodão.


3. Infecções sexualmente transmissíveis

As infecções sexualmente transmissíveis, popularmente conhecidas como IST’s ou DST’s, também podem causar coceira na vagina.


4. Alergia à camisinha

O material que compõe a camisinha, como o látex, ou até mesmo o lubrificante, espermicida ou produtos que dão cor, cheiro ou sabor à camisinha, podem causar alergia e levar ao surgimento de coceira na vagina, que pode ser acompanhada de outros sintomas como sensação de queimação, vermelhidão ou inchaço nas partes íntimas.


5. Alergia ao material da calcinha

O tipo de material da calcinha como lycra, renda, microfibra ou elastano, podem causar irritação ou alergia na região íntima, levando ao surgimento de coceira vaginal, vermelhidão ou inchaço.


6. Hábitos de higiene

A falta de higiene adequada também pode resultar em coceira na vagina. Por isso, é recomendado que a região externa seja lavada diariamente com água e sabão neutro, incluindo após a relação sexual. A região deve estar sempre seca, sendo melhor usar calcinha de algodão, e evitar o uso de calças muito apertadas e calcinha com elástico apertado.


O que é Coceira vaginal?

A coceira vaginal é um sintoma que pode ser causado por uma irritação ou infecção no local.


¿ Como tratar reacción intensa ao depilacional?

No caso de uma reação intensa pós depilação, lave bem a área, use chás de camomila e procure seu ginecologista caso não houver melhora. Também é importante que todo o material seja descartável e de uso pessoal.


1. Solução de limpeza feita de ervas medicinais

Ferver a água, adicionar as ervas e deixar tampado, descansando por, aproximadamente, 20 minutos. Em seguida, é necessário coar esta infusão e utilizar como solução de limpeza da região íntima 2 vezes por dia.


2. Banho de assento de camomila

Colocar a camomila na água fervendo, esperar 10 minutos, coar e depois misturar essa solução em uma bacia com água morna e ficar sentado com a parte íntima em contato com a água, por aproximadamente por 15 minutos. Não é necessário enxaguar depois, pois este processo vai aliviar a coceira.


3. Óleo de coco ou malaleuca

O óleo de coco e o óleo de malaleuca podem ser utilizados para aliviar os sintomas de coceira na parte externa da região genital, pois ajuda a diminuir a irritação, para isso é necessário passar produtos próprios para a pele que tenham esses óleos em sua composição. Veja mais outras formas de usar a malaleuca.


4. Banho de assento de uva-ursina

Outro remédio caseiro usado para coceira nas partes íntimas é a solução de uva-ursina que pode ser utilizada para fazer banho de assento. Esta planta tem propriedades propriedades antimicrobianas e diminui a proliferação da Candida albicans, por exemplo.


Outras formas de aliviar a coceira nas partes íntimas

Além destes remédios caseiros, também podem ser usados probióticos como os lactobacilos que ajudam a repor a flora vaginal e tratar a infecção. Saiba mais como usar lactobacilos para infecção vaginal.


Lavagem vaginal com água salgada

Desfrutar de um banho de água salgada também pode ajudar a aliviar a coceira. O Sal vai controlar o crescimento dos microorganismos que causam a infecção e, por sua vez reduzir o prurido e outros desconfortos.


Alho

Alho contém propriedades antibacterianas, bem como antibióticas, que podem ajudar a matar bactérias e leveduras. O alho aumenta as defesas do nosso sistema imunológico de forma surpreendente, e ajuda o corpo a combater infecções bacterianas.


Neem (Azadirachta indica)

Também conhecida como nim, amargosa e neem, a Azadirachta indica é uma árvore maravilhosa, é um excelente remédio para todas as mulheres que sofrem de coceira genital devido a infecção causadas por fungos. As suas propriedades anti-sépticas ajudam a combater a infecção, reduzir o ardor e outros desconfortos vaginais.


Tomilho, Sálvia, Alecrim

Outra forma eficaz de aliviar o sintoma é com a aplicação de um remédio caseiro à base de Tomilho, Sálvia, Alecrim. Esta mezinha não tem qualquer efeito secundário e tem uma eficácia na redução dos sintomas, perto dos 100%. Apenas vai precisar de:


Kefir

O Kefir é um produto lácteo, fermentado e rico em probióticos. É um tratamento simples de fazer em casa e bastante eficaz para a coceira Íntima e todos os sintomas a ela relacionados.


Introdução

A coceira vaginal, também chamada de prurido vulvar, é uma queixa bastante comum, que pode surgir em mulheres de qualquer idade, sejam elas sexualmente ativas ou não.


O que é o prurido vulvar e vaginal?

Coceira vaginal e prurido vulvar são termos frequentemente utilizados como sinônimos, mas que, na verdade, apresentam algumas diferenças, já que vulva e vagina não são a mesma coisa.


Causas comuns de coceira vaginal

A maior parte das causas de coceira vaginal costuma estar relacionada à inflamação da região genital, seja ela causada por infecção ginecológica (vaginite), alergia ou irritação por produtos químicos, tais como sabonetes ou produtos de higiene íntima.

image

Leave a Comment