Como acabar com a cultura do estupro

image

Como você pode combater a cultura do estupro? 1. Pare de isentar o estuprador de sua responsabilidade Aceite que aquele homem estava em sã consciência quando cometeu esse ato de violência. Não diga que ele estava drogado, que ele é doente ou deve ser louco.

Full
Answer

Qual é a cultura do estupro?

O termo cultura do estupro veio à tona após a enorme repercussão de um caso grave de estupro coletivo ocorrido no mês de maio de 2016, no Rio de Janeiro. Os estupradores chegaram a documentar seus crimes em vídeos (o que, por si só, também é um crime). O Politize! veio contextualizar esse conceito pra vocês.

Quais são as pessoas que praticam estupros?

Segundo dados levantados em nota técnica do IPEA de 2014, mais de 50% dos estupros sofridos por crianças e adolescentes foram praticados por pessoas conhecidas, como pais, padrastos, namorados e amigos. Entre adultos, os estupros praticados por conhecidos são quase 40% dos casos.

Como surgiu o estupro no Brasil?

No Brasil a história do estupro vem desde seu descobrimento, quando os portugueses chegam ao Brasil, encontram as mulheres indígenas e as estupram. A miscigenação do povo brasileiro começa aí.

Por que é necessário encorajar e empoderar as vítimas do estupro?

O estupro é um dos crimes menos reportados às autoridades: apenas 10% dos casos são registrados pela polícia. Ou seja, ainda é necessário encorajar e empoderar as vítimas para que recorram às autoridades e é necessário que as nossas instituições melhorem o acolhimento dessas vítimas.

image


Não trate mulheres – e meninas – como objeto

Mulheres são tratadas como produto com tanta frequência que muitas vezes não percebemos que é isto o que está acontecendo. Mulheres de biquini em propaganda de cerveja. Mulheres sensuais (e sem rosto) nos posteres dos filmes. Mulheres mostrando o corpo em programas de auditório.


Não trate homens – e meninos – como predadores

Mais prejudicial do que reprovar nas meninas as atitudes e os traços de liderança, ousadia, atrevimento, liberdade e controle é ensinar os meninos que eles podem ter qualquer coisa – e qualquer pessoa-coisa – a partir da conquista. Quando o predador está à solta, todo mundo é vítima.


Em primeiro lugar, o que é cultura?

Primeiro, vamos entender um pouco sobre o que é cultura e qual seu papel nas nossas vidas. Em geral, quando falamos de cultura, remetemos a algo positivo e legítimo. E é aí que pode morar o incômodo com o termo “cultura do estupro”. A palavra “cultura” nesse caso, não simboliza algo positivo, nem legítimo.


Estupro: definição legal

Ok, mas entre esses comportamentos sutis e um estupro há uma longa distância, não? Aqui chegamos à segunda parte da problematização dessa questão. Afinal, o que é considerado como estupro na atual legislação brasileira?


Dados

Além dessa questão conceitual sobre estupro, que ainda é pouco conhecida, existe outro aspecto dessa discussão que prejudica uma análise mais realista sobre esse crime. Quando se fala em estupro, há um imaginário comum por trás dessa ação que é quase cinematográfico.

image

Leave a Comment