Como cultivar um pé de açai

image

Quais são as vantagens de cultivar aipo?

As cultivares verdes são por isso mais vigorosas e rústicas, sendo por isso mais resistentes a pragas e doenças assim como acidentes fisiológicos (p. ex: pecíolos ocos, coração negro e espigamento prematuro). Para cultivar aipo garanta que o solo seja profundo, com uma boa drenagem e com um teor de humidade estável.

Qual a importância da preparação do solo antes de iniciar o cultivo de aipo?

A preparação do solo antes de iniciar o cultivo de aipo é fundamental para que as plantas consigam crescer e desenvolver-se corretamente, especialmente para assegurar uma boa drenagem do solo (fator fundamental para o sucesso deste cultivo). Em termos nutricionais, a cultura do aipo é bastante exigente.

Por que é necessário expor as sementes ou as plantas de aipo a temperaturas baixas?

Isso significa, que é necessário expor as sementes ou as plantas de aipo a temperaturas baixas de forma a acelerar a produção de flores ou frutos. Por essa razão, o aipo caracteriza-se por ser uma planta de dia-curto que necessita de frio durante a fase de fotoperíodo curto.

Como cultivar alho na água?

Cultivar alho na água é uma ótima forma de ter alho fresco sempre que você quiser, sem ter que parar tudo para ir ao mercado e ter que gastar dinheiro. É importante ressaltar que, quando o alho é cultivado na água, não crescerão cabeças de alho inteiras. Você conseguirá cultivar folhas (também chamadas de brotos de alho) no topo dos dentes de alho.

image


Como cuidar de um pé de açaí?

Quando ácidos e pobres em nutrientes, os solos necessitam de calagem e adubação. Aplique o calcário para elevar a saturação por bases a 60%, distribuindo-o uniformemente sobre a superfície do terreno e incorporado com gradagem cerca de 20 a 30 dias antes do plantio das mudas.


Como plantar e cuidar de açaí?

Para seu correto cultivo, o terreno deve ser levemente inclinado, para facilitar a marcação das linhas de plantio e favorecer a conservação do solo. A textura deve ser média, porém, solos de terra firme em sistemas de cultivo solteiro e consorciado, deve-se optar por áreas já utilizadas com plantios sucessivos.


Qual é o melhor adubo para pé de açaí?

– Utilize adubo orgânico curtido, tais como esterco de curral (10 litros por cova), de galinha (3 litros por cova) ou torta de mamona (1 litro por cova), em covas de 40 x 40 x 40 centímetros.


Quanto tempo leva para crescer um pé de açaí?

período da floração à frutificação: 5 a 6 meses. produção da planta adulta (após 6 – 7 anos): em média 15 kg/estipe. produtividade: em média 24 toneladas por hectare.


Qual é o espaçamento do plantio do açaí?

Os espaçamentos indicados para o cultivo do açaizeiro solteiro visando à produção de frutos são baseados em observações de natureza prática, sendo os mais utilizados: 5 m x 5 m e 6 m x 4 m, com o manejo de 3 a 4 estipes por touceira (Tabela 1).


Qual é a melhor lua para plantar açaí?

Considera-se que é melhor semear plantas que dão frutos acima da terra durante a Lua Crescente, e as que dão frutos abaixo da terra, durante a Minguante.


Como fazer adubo de açaí?

1:264:56Suggested clip · 46 secondsCAROÇO DO AÇAÍ: ADUBO E FONTE DE RENDA – YouTubeYouTubeStart of suggested clipEnd of suggested clip


Quando usar NPK nas plantas?

Por exemplo, durante os meses de outono e inverno, as plantas diminuem suas atividades e precisam de menos adubo; ou seja, os meses chuvosos são os ideais para o uso de fertilizante NPK — nos demais, recomenda-se a adubação natural.


Pode plantar açaí em vaso?

O cultivo de açaí em vaso é possível, mas esse tende a ser um local temporário para a planta. A árvore do açaí é uma palmeira que pode ficar bem alta, suas raízes são profundas e precisam de bastante espaço para se desenvolver.


A Raiz do Araçá

As raízes cumprem papel de fixar as plantas no solo e absorver água e sais minerais, no araçá que observamos,as raízes estavam razoavelmente desenvolvidas, entretanto perseguiam uma orientação voltada para a superfície do terreno em virtude da dificuldade de se extrair água e nutrientes num ambiente ressecado como o do interior de um barranco.


O Caule do Araçá

O caule é uma estrutura vegetal responsável pelo transporte dos nutrientes e água para a planta (seiva). É dividido em três partes : uma camada externa (epiderme), uma camada interna (córtex) e um núcleo central (estelo), contendo meristema (tecido de crescimento).


Fruto do Araçá

Curiosamente o pé de araçá investigado exibia alguns frutos mesmo em fins de maio. O ciclo de produção aponta colheitas até finais de abril. Os frutos que em Botânica são estruturas que protegem e conservam as sementes, apresentavam-se bem miúdos, mal formados e escurecidos, com polpa interna muito dura e sementes comprimidas, obviamente estéreis.


A Semente do Araça

É o óvulo do receptáculo feminino da planta fecundado pelo gameta masculino após a polinização. Pode-se estranhar o fato destas considerações ter sido feita as avessas conforme observaremos ao discorrer neste tema.


O Plantio do Araçá

A escolha da semente é crucial na obtenção de uma boa planta, embora em geral o pé de araçá se apresente como uma planta bastante rústica, germinando de forma espontânea em terrenos com grande oferta de nutrientes e bastante incidência de sol, de frutos que caem da árvore, ou fruto de sementes não ruminadas proveniente de excrementos de pássaros, aves ou pequenos mamíferos..


Cultivo do Araçá

A observação do araçá idoso que vimos, nos empresta algumas noções envolvidas no cultivo. O tronco se subdividia em um segmento de quatro galhos a partis dos primeiros 30 cm. a partir do substrato, e cada galho apresenta multi sequencias de galhos, todos tortos e mal formados.


A Colheita do Araçá

Estima-se que a muda de araçá comece a dar frutos por volta do seu segundo ano de plantio, entre os meses de setembro até abril, com expectativa de três colheitas por semana, sempre que possível de frutos ainda no pé, pois sua polpa apresenta-se como bastante sensível a impactos, que levam rapidamente ao apodrecimento do fruto, além de causar a infestação local de moscas da fruta, em razão de frutos apodrecendo no solo..


Cultivar aipo: saiba mais sobre a taxonomia

O aipo pertence à família das apiáceas tais como outras culturas como: cenouras, salsa, coentros, funcho, cerefólio, etc. Dentro do género Apium, a espécie Apium graveolens é a única que é cultivada.


Um pouco sobre a origem e história do aipo

A maioria das espécies do género Apium tiveram origem no continente americano com exceção do aipo silvestre que teve origem no mediterrâneo. Existem registos bastante antigos que davam conta da utilização das sementes desta cultura na preparação das múmias.


Saiba um pouco mais sobre a morfologia desta cultura

A espécie Apium graveolens é normalmente bienal e possui um ciclo cultural anual. Quanto à raiz, esta caracteriza-se por ser pivotante ou seja apresenta uma raiz principal, a partir do qual saem raízes de pequenas dimensões que se ramificam (raízes secundárias).


As principais cultivares do aipo

Existem dois grandes grupos de cultivares: (1) verdes e as (2) autobranqueadoras ou douradas. Estas últimas são mais precoces, com menos vigor e menos espessura do que as cultivares verdes.


Principais condições de cultivo: como cultivar aipo

Para cultivar aipo garanta que o solo seja profundo, com uma boa drenagem e com um teor de humidade estável. Adapta-se bem a solos com texturas diversas, no entanto, adapta-se melhor a solos de textura ligeira ou franca.


Garanta uma boa preparação do solo

A preparação do solo antes de iniciar o cultivo de aipo é fundamental para que as plantas consigam crescer e desenvolver-se corretamente, especialmente para assegurar uma boa drenagem do solo (fator fundamental para o sucesso deste cultivo).


Garanta os nutrientes necessários à cultura

Em termos nutricionais, a cultura do aipo é bastante exigente. No entanto, dado que o aipo é sensível à salinidade deve evitar a aplicação (especialmente em viveiro) de adubos muito solúveis pois as plântulas podem ressentir-se. O aipo é sensível às carências de nutrientes como o magnésio e o boro, assim como excesso de calcário.


Origem dos antúrios

Os antúrios são originários de uma área relativamente pequena de florestas tropicais localizadas entre o sudoeste da Colômbia e o noroeste do Equador.


Curiosidade

No exterior os antúrios são conhecidos como “flamingo flower” (tradução direta: “flor flamingo”), isso é devido ao animal de nome flamingo, parece que eles encontraram uma semelhança entre eles.


Como cuidar de antúrios

Agora que você já sabe um pouquinho sobre eles, conhece sua origem, seu habitat natural e as diversas cores que podem ter, vou te ensinar como cuidar de antúrios.


Temperatura ideal

Como mencionado no tópico sobre a “Origem”, essa planta é proveniente de florestas tropicais onde o limite mais baixo de temperatura pode chegar a aproximadamente 5ºC e o mais alto de 35ºC a 40ºC.


Tratos culturais

De tempos em tempos, é interessante fazer a limpeza do antúrio, retirando as hastes das inflorescências florais que já secaram, cortando as folhas secas, dividindo as mudas em diferentes vasos.


Antúrios são tóxicos?

Pouca gente sabe sobre isso, mas todas as partes do antúrio são tóxicas se o látex dentro deles for ingerido. Pequenos animais e crianças são os mais vulneráveis a essa toxina.


Conclusão

Através desse vídeo você aprendeu como cuidar de antúrio. Viu quais os tratos culturais precisam ser feitos, a iluminação ideal, aprendeu sobre rega e como preparar um bom solo para sua planta.

image

Leave a Comment