Como depor numa açao trabalhista

O que são as ações trabalhistas?

O que a empresa deve fazer ao sofrer uma ação trabalhista? O que são ações trabalhistas? Ações trabalhistas são demandas judiciais em que os colaboradores, por estarem insatisfeitos com alguma situação decorrente do vínculo empregatício, acionam a Justiça do Trabalho como forma de obter seus direitos.

Quando a ação trabalhista é ajuizada é cobrada a taxa?

Após o rompimento do vínculo trabalhista o prazo para ajuizamento da reclamatória trabalhista é de dois anos contados a partir do rompimento. Da mesma forma, os últimos cinco anos podem ser cobrados, contados do protocolo da ação. Após o prazo de dois anos, o direito estará prescrito, não sendo mais possível pleiteá-lo na Justiça do Trabalho.

Quando a ação trabalhista é ajuizada?

No momento em que a ação trabalhista é ajuizada, não há cobrança de taxas. Porém, após a sentença do processo, a parte que foi vencida na ação deverá pagar as custas processuais e os honorários de sucumbência para o advogado da parte contrária.

Por Que testemunhas em processo trabalhista não podem ser demitidas?

Tramita na Câmara um projeto de lei que prevê que testemunhas em processo trabalhista não podem ser demitidas SÃO PAULO – Ser convocado para ser testemunha em uma causa trabalhista pode ser constrangedor para alguns profissionais. Muitos não gostam de depor em juízo por medo de sofrerem retaliação e serem demitidos de seu trabalho.


Quem pode ser testemunha em um processo trabalhista?

829 da CLT: “A testemunha que for parente até o terceiro grau civil, amigo íntimo ou inimigo de qualquer das partes, não prestará compromisso, e seu depoimento valerá como simples informação”. Art. 447 do CPC: “Podem depor como testemunhas todas as pessoas, exceto as incapazes, impedidas ou suspeitas.


Como agir numa audiência trabalhista?

Como se comportar em uma Audiência Trabalhista?Use roupas sóbrias. … Nada de gírias ou palavras de baixo calão;Chegue cedo. … Comprove aquilo que está alegando. … Jamais esconda informações do seu advogado. … Evite atitudes emocionadas, como falar alto ou chorar.More items…


Quem faz as perguntas na audiência trabalhista?

Só o advogado do reclamante pode fazer perguntas, caso queira. Novamente as perguntas são feitas ao juiz e ele repassa para o preposto se achar pertinente. A conduta do advogado deve ser a mesma descrita acima. A qualquer momento que uma pergunta for indeferida, peça para consignar em ata os seus protestos.


O que deve conter em uma contestação trabalhista?

A contestação está descrita no Capítulo VI do Novo Código Civil (CPC), dos artigos 335 a 342: Art. 336. Incumbe ao réu alegar, na contestação, toda a matéria de defesa, expondo as razões de fato e de direito com que impugna o pedido do autor e especificando as provas que pretende produzir.


Quem é ouvido primeiro na audiência trabalhista?

1º da CLT; No rito ordinário, vai depender da maneira se a Vara adota audiência una ou não. 7) As partes são ouvidas individualmente, normalmente sendo ouvido primeiro o reclamante e depois a reclamada.


O que falar em uma audiência trabalhista?

A primeira coisa que deve ser levada em consideração pelas testemunhas que participam de uma audiência trabalhista é que elas precisam falar a verdade. Uma testemunha não tem obrigação de saber todos os fatos relatados no processo. Ela precisa relatar apenas o que ela efetivamente sabe.


Como fazer perguntas a testemunhas em audiência trabalhista?

Nesse caso você deverá perguntar: – Usava fretado? (Sim). – Que horas o fretado saía? (Uma hora depois do fim da jornada). – A empresa dá opção de vale transporte? (Não). Faça isso para todos os pontos controvertidos que a parte tem condições de confessar em depoimento.


Quais são as perguntas que o juiz faz a testemunha?

A lei só proíbe os seguintes tipos de perguntas: 1) que induza a testemunha a responder de determinada forma, ou seja, pergunta indutiva; 2) que não tenha relação com a causa, ou seja, pergunta completamente desconexa do contexto; 3) repetitiva.


Como fazer perguntas a testemunhas na audiência?

Apenas perguntar a testemunha aquilo que eu sei que ela vai responder. Ou seja, quando eu souber previamente a resposta. Não fazer perguntas abertas, pois pode prejudicar seu cliente. Saber ao certo o que você precisa saber com o depoimento daquela testemunha, para corroborar sua tese defensiva.


O que não pode faltar na contestação trabalhista?

I – lhe faltar pedido ou causa de pedir; II – o pedido for indeterminado, ressalvadas as hipóteses legais em que se permite o pedido genérico; III – da narração dos fatos não decorrer logicamente a conclusão; IV – contiver pedidos incompatíveis entre si.


Quais os princípios que fundamentam a contestação trabalhista?

A contestação se justifica em razão dos princípios da ampla defesa, do contraditório e também da isonomia (porque o réu deve ter o direito de se manifestar tanto quanto o autor) e do acesso à justiça (pois a contestação é o meio pelo qual o réu irá acessar a justiça naquele caso).


1 – Como funciona uma audiência trabalhista?

Inicialmente, vale esclarecer que a audiência trabalhista é um ato formal, que observa várias regras próprias previstas na Consolidação das Leis do Trabalho, a famosa CLT, e também no Código de Processo Civil (CPC), que é aplicado de forma subsidiária.


2 – O que acontece na primeira audiência trabalhista?

Logo após a apresentação da Reclamação Trabalhista, normalmente pelo protocolo no sistema eletrônico da Justiça do Trabalho (Pje), é marcada uma audiência.


3 – Preciso de um advogado para a audiência trabalhista?

A CLT dispõe expressamente que empregados e empregadores possuem o direito de postular perante a Justiça do Trabalho sem o acompanhamento de um advogado.


4 – Preciso levar testemunhas para a audiência trabalhista?

A oitiva de testemunhas é um dos principais meios de provas na Justiça do Trabalho, já que permite ao juiz ouvir a versão dos fatos de alguém que presenciou os acontecimentos tratados no processo.


5 – Cheguei atrasado na audiência, e agora?

Como explicamos acima, a audiência trabalhista é um dos principais atos do processo, pois é a oportunidade das partes serem ouvidas pessoalmente, fazerem requerimentos e produzirem suas provas, como a oitiva de testemunhas.


8 – Como devo me reportar ao juiz na audiência trabalhista?

O juiz é o maestro da audiência! Ele é o responsável por conduzir a audiência trabalhista, indagando as partes e seus advogados, assim como tomando as decisões necessárias para o pleno desenrolar do processo.


10 – Posso fazer um acordo na audiência trabalhista?

Sei que já respondemos essa pergunta ao longo do texto, mas sempre é bom lembrar que os acordos podem ser celebrados em qualquer momento do processo trabalhista, se as partes assim desejarem.

Leave a Comment