Como faco pra abrir um ponto de açaí

image


O que é necessário para abrir um estabelecimento comercial?

Documentos para abrir uma loja:Contrato Social.Registro na Junta Comercial.CNPJ.Inscrição estadual.Alvará de funcionamento.Licença dos bombeiros.Licença da vigilância sanitária.Registro na Previdência Social.


Quanto se gasta para abrir uma loja de roupas?

Considerando tudo isso, uma média para montar uma loja de roupas femininas, ou uma loja de roupas infantil, é de R$ 30 mil. Porém, também é possível montar um negócio desse segmento gastando pouco. Muitos empreendedores começam seus negócios com valores mais baixos (por exemplo, R$ 5 mil).


Como conseguir dinheiro para abrir o próprio negócio?

Formas para obter empréstimo para abrir empresaLinhas de crédito. São várias as Linhas de Crédito disponíveis no mercado, provenientes de diversas instituições financeiras. … Empréstimo Pessoal. … Investidores-anjo. … Sócios. … Financiamento coletivo. … Empréstimo Bancário. … Crédito para capital de giro. … Empréstimo com garantia.More items…


O que precisa para abrir uma pequena empresa?

Passo a passo para abrir uma empresaElabore seu plano de negócio. … Decida se vai empreender sozinho ou com sócios. … Contrate um contador. … Defina a natureza jurídica e regime tributário. … Elabore o contrato social. … Registre a empresa na junta comercial. … Faça a inscrição estadual ou municipal. … Faça o licenciamento.


O que é preciso para abrir uma loja de roupas?

O que você precisa saber antes de abrir uma loja de roupasFaça um estudo de mercado. … Defina o nome da loja. … Registre a sua empresa. … Determine o seu público-alvo. … Busque a melhor região para abrir uma loja de roupas. … Crie um bom plano de negócios para abrir uma loja de roupas.More items…•


Quanto é necessário para abrir uma loja?

Para montar uma loja de presentes, por exemplo, você precisará investir algo em torno de R$ 60 a R$ 90 mil Reais. Enquanto para abrir uma bomboniere, o seu gasto total deverá ficar na faixa dos R$ 30 mil Reais. Então cada loja tem seus gastos e seu investimento médio.


Qual tipo de comércio que dá mais lucro?

Tendências e ideias de negócios lucrativos1- Loja virtual. Só no Brasil, o faturamento do comércio eletrônico foi de R$ 161 bilhões em 2021 – um crescimento de 26,9% em relação a 2020. … 2- Consultoria Digital. … 3- Importação de produtos. … 4- Dropshipping. … 5- Bolsa de Valores. … 6- Moda e vestuário. … 7- Blog. … 8- Redação de conteúdos.More items…


Qual um bom negócio para ganhar dinheiro?

Entre os segmentos mais procurados pelos potenciais empreendedores, estão loja virtual, pet shop, beleza, turismo, moda, marmita, restaurante, reciclagem, consultório de psicologia e consultoria. Escolha a sua ideia de negócios e inicie agora seu planejamento para em 2020 ser dono do seu negócio!


Como montar um negócio para ganhar dinheiro com 100 reais?

11 Ideias de Como Começar um Negócio com 100 ReaisFazer Sabonete Artesanal para Vender. … Trabalhar como Pintor de Casas. … Dar Aulas Particulares. … Assistente Virtual. … Design de Logos. … Fazer Marmitas Fit para Vender. … Fazer Bijuterias para Vender. … Fazer Bolos Caseiros para Vender.More items…•


Qual o custo para abrir uma empresa simples?

O custo médio para abrir uma empresa no Simples Nacional varia de Estado para Estado. O gasto com documentação e contador pode variar de R$ 500,00 até R$ 1500,00. Uma vez aberta a empresa, há também os custos iniciais da operação que são: Aluguel, funcionários, conta de água, luz, telefone, contador e impostos.


Qual é o custo para abrir uma microempresa?

Em média para abrir uma Microempresa você vai gastar a partir de R$ 287,00 com a contabilidade + R$ 129,90, com certificado digital + taxa da junta comercial a partir de R$ 160,00, esses são os custos em média para abrir uma empresa, pode variar um pouco a taxa e certificado digital dependendo do tipo de empresa e da …


Quem pode abrir uma empresa?

Podem exercer a atividade de empresário os que estiverem em pleno gozo da capacidade civil e não forem legalmente impedidos:Maior de 18 anos, brasileiro(a) ou estrangeiro(a), que se achar na livre administração de sua pessoa e bens. … Menor de idade emancipado ou que atinja a maioridade pelas formas abaixo:More items…•


1. Estudar a concorrência

O primeiro passo, antes de abrir um estabelecimento, é conhecer os concorrentes. Essa prática possibilitará que você fique preparado para enfrentá-los no futuro. Nessa etapa, vale a pena fazer o mapeamento dos arredores, listar os pubs, bares e restaurantes do entorno.


2. Escolher um bom local

Optar pela localização do seu pub é uma tarefa complicada, porém muito importante. Ela influenciará diretamente o resultado do estabelecimento. Nessa etapa a primeira coisa a ser estudada é: onde o público-alvo está situado na cidade? É fundamental que você esteja próximo dele.


3. Oferecer serviços diferenciados

Um dos pontos mais importantes para se pensar ao montar um pub, é analisar a possibilidade de oferecer serviços distintos, pois isso ajudará a diferenciar o seu estabelecimento da concorrência.


4. Entender sobre as questões legais

Além das questões que envolvem o funcionamento das instalações e o relacionamento com os consumidores, é preciso estar atento aos pontos legais.


5. Ter um ambiente aconchegante

O pub se diferencia das casas noturnas e dos bares por oferecer um ambiente confortável e intimista. Nesse local é possível ouvir uma boa música, sem dificuldades na conversa, ou seja, sem precisar gritar para que as outras pessoas possam escutar.


6. Escolher bem os móveis

Sem dúvida alguma, os móveis são peças importantíssimas na identidade do pub, pois eles influenciam diretamente o ambiente que se deseja proporcionar. Por isso, invista em peças aconchegantes. Se o local for espaçoso, você pode optar por cadeiras e mesas maiores.


7. Focar em um nicho específico

Caso a região que você pretende montar um pub já conte com vários estabelecimentos comerciais desse estilo, uma boa alternativa é focar em um público específico. Você pode iniciar um pub, por exemplo, destinado às pessoas que apreciam rock, pagode, pop internacional ou Música Popular Brasileira (MPB).


1. Entenda o que é um pague fácil

A primeira coisa que você precisa dominar é o conceito do negócio. Vivemos em uma sociedade onde o tempo inteiro estamos pagando contas, recebendo algum benefício e precisando fazer alguns serviços que são comuns em bancos comerciais e outras instituições financeiras.


2. Você precisa escolher o melhor local

Acredito que a primeira coisa que você precisa pensar é se localizar em uma região que tenha uma grande quantidade de pessoas e que não tenha nenhum tipo de serviço bancário.


3. Agregue o pague fácil ao seu estabelecimento

Poucas pessoas sabem, mas a maioria dos bancos não aceitam que você alugue um espaço exclusivamente para abrir um pague fácil. Eles querem fazer parcerias com quem já possui um estabelecimento e quer passar a oferecer também alguns serviços bancários.


4. Escolha o banco para ser um correspondente

Como eu expliquei anteriormente, a maioria dos bancos grandes oferecem a possibilidade de você se tornar um correspondente bancário parceiro. Basta que você se encaixe em todos os requisitos e eles tenham interesse em ter um correspondente em sua região.


5. Alternativas para receber pagamentos

Se você não conseguir abrir um correspondente bancário diretamente com os bancos, uma alternativa é usar empresas intermediárias que oferecem esse serviço. Porque assim você pode usar o sistema dessas empresas e oferecer os serviços em seu estabelecimento.


6. Serviços oferecidos pelo pague fácil

Uma das vantagens de ser um correspondente bancário e montar um pague fácil é que você pode oferecer uma grande variedade de serviços para as pessoas da sua localidade em um único local.


7. Investimento para abrir um pague fácil

Esse é outro ponto importante para você que quer abrir um pague fácil. É claro que a estimativa dada aqui não vale para todo mundo. De acordo com as regiões e com as necessidades e metas de cada um, o valor vai variar bastante.


Plano de negócio

O primeiro passo para montar um depósito de bebidas é criar um plano de negócios. Esse planejamento inicial possibilita traçar o perfil dos clientes, conhecer a concorrência e definir o investimento necessário.


Planejamento financeiro

De acordo com estudos do Sebrae, uma distribuidora de bebidas deve contar com um capital de giro de R$ 13.000,00. Esse dinheiro serve para manter a saúde financeira do negócio e evitar oscilações. Já o investimento inicial estimado é de R$ 60.000,00.


Tendências do setor

Durante a pandemia, milhares de consumidores adquiriram o hábito de usar canais digitais para compras, como é o caso dos aplicativos de delivery e o comércio eletrônico. Portanto, além de ter um bom espaço para o depósito de bebidas, você também precisa se preocupar em posicionar a empresa no mundo digital.


Abertura da empresa

O porte da empresa depende do faturamento anual. Além disso, é importante destacar que esse tipo de negócio não se enquadra no Simples Nacional, regime tributário que facilita o recolhimento de impostos de micro e pequenas empresas.


Localização

Não é necessário alugar um ponto no centro da cidade para abrir o seu depósito de bebidas. Como esse tipo de negócio requer espaço, o valor do aluguel pode pesar demais no orçamento.


Infraestrutura

O ambiente é dividido em área de atendimento ao cliente, escritório, estoque e banheiro. Além disso, os equipamentos necessários para o negócio funcionar são:


Serviço de entrega

Quando o depósito de bebidas não oferece serviço de entrega, ele perde muitos clientes. Por esse motivo é recomendado a empresa ter o seu próprio veículo ou terceirizar as entregas.


1. Pesquise o mercado

Antes de investir em um empreendimento, analisar o mercado é imprescindível. Sendo assim, não tenha pressa em se certificar de que a demanda para a abertura do posto de coleta é real e consistente. Busque pela lacuna a ser preenchida pelo seu posto.


2. Identifique as exigências legais

Um fator fundamental para considerar ao pensar em iniciar os trabalhos, principalmente na área da saúde, é a viabilidade legal. É preciso ter atenção às normas vigentes, a fim de garantir a qualidade e segurança dos serviços desempenhados, além de livrar-se de prejuízos e mau posicionamento da marca.


3. Adquira os materiais técnicos

Para abrir um posto de coleta, há alguns equipamentos indispensáveis. Eles costumam ser comuns entre diversas seções, se aplicando às áreas de imunologia, bioquímica, hematologia, microbiologia, além de referentes à sala de coleta e entrega de resultados.


4. Invista em otimizações

O que pode significar melhorias no processo de coleta? Pense em estratégias para investir em otimizações sempre que possível. O uso da tecnologia é uma opção inteligente para automatizar tarefas e garantir a inexistência de erros em registros e atualizações de informação.


5. Planeje a divulgação

Uma vez que o planejamento estratégico de abertura é consistente, é importante pensar em formas de mostrar isso, tanto para o público consumidor dos serviços quanto para fins de posicionamento no mercado. Nesse ponto, partimos para o marketing.


6. Faça um plano de negócio

Pensar na questão financeira também é imprescindível ao implementar um novo posto de coleta. Você precisa conhecer o investimento inicial necessário para tal e considerar ainda o capital de giro, que é o que vai garantir o bom funcionamento do seu fluxo de caixa.


7. Contrate e treine funcionários

Novas salas de coleta exigem, também, mais pessoas para mão de obra. Isso significa que você precisará fazer novas contratações. Vale lembrar que não basta escolher gente qualificada durante o processo seletivo, é importante manter uma equipe alinhada às suas metas e padrão de atendimento.

image

Leave a Comment