Como funciona o potencial de açao tetano

image

O tétano é uma infecção aguda e grave, causada pela toxina do bacilo tetânico (Clostridium tetani), que entra no organismo através de ferimentos ou lesões de pele e não é transmitido de um indivíduo para o outro. O tétano decorrente de acidentes se manifesta por aumento da tensão muscular geral.

Full
Answer

O que é o tétano e como é transmitido?

O tétano é uma infeção aguda e grave, causada pela toxina do bacilo tetânico Clostridium tetani, que entra no organismo pelas feridas ou lesões da pele. Não é transmitido de pessoa para pessoa. Quais são os sintomas?

Qual é o potencial de ação?

O potencial de ação é gerado quando um estímulo muda o potencial de ação da membrana para os valores do potencial limiar, que geralmente está em torno de -50 a -55 mV. É importante saber que o potencial de ação se comporta segundo a regra “tudo ou nada”.

Como tratar o tétano acidental?

O Tétano acidental é uma infecção causada por bactéria encontrada na natureza e não é contagiosa. A principal forma de prevenção é por meio da vacina pentavalente.

Quais os sintomas do tétano?

Entre as possíveis complicações decorrentes do tétano estão: Ossos frágeis e quebradiços, por causa dos espasmos. Disfunção muscular. Problemas de respiração, pneumonia e insuficiência cardíaca podem ser resultado dos espasmos causados pela infecção e pela falta de oxigenação no cérebro.

image


O que é antitoxina Tetanica?

IMUNOGLOBULINA ANTITETÂNICA Para a fabricação da solução é utilizado o plasma de doadores contendo anticorpos específicos às toxinas de Clostridium tetani (que é o agente responsável pelo tétano).


Como age a toxina tetânica?

A toxina tetânica bloqueia a liberação de neurotransmissores inibitórios, causando rigidez muscular generalizada com espasmos intermitentes; convulsões e instabilidade autonômica podem ocorrer. A mortalidade é 15 a 60% em adultos sem tratamento e 80 a 90% em recém-nascidos, mesmo tratados.


Como a bactéria transmissora do tétano penetra no corpo?

É desencadeado pela bactéria Clostridium tetani, a qual pode estar presente no solo, fezes de animais e objetos enferrujados. A doença é muito grave, porém não é contagiosa. Ela é adquirida quando a bactéria penetra a pele por meio de lesões causadas, por exemplo, por cortes ou mordidas de animais.


Qual a importância do desbridamento no tratamento do tétano?

Todos os pacientes com Tétano devem ser submetidos a desbridamento da ferida para erradicar os esporos e o tecido necrosado, que poderiam levar a condições ideais para a germinação – o desbridamento, apesar de ser fundamental, só deve ser realizado após o uso de imunoglobulina antitetânica (Ighat) ou do soro …


Qual a origem do tétano?

O primeiro registro de ocorrência de tétano é de autoria de Hipócrates, que escreve no século V a.C., dando inúmeras descrições clínicas da doença. Contudo a sua causa foi descoberta somente em 1884, por Carle e Rattone.


Quem descobriu a vacina contra o tétano?

Em 1897, o microbiologista francês Edmond Nocard, provou que a antitoxina poderia fornecer uma forma de imunização. Na década de 1920, a vacina contra tétano foi inventada e amplamente utilizada para imunização de soldados durante a Segunda Guerra Mundial.


Como é feita a transmissão do tétano?

O tétano não é uma doença transmitida de pessoa a pessoa. A transmissão ocorre, geralmente, pela contaminação de um ferimento da pele ou mucosa. O período de incubação (tempo que os sintomas levam para aparecer desde a infecção) é curto: em média de 5 a 15 dias, mas pode variar de 3 a 21 dias.


O que é tétano e como se pega?

O tétano é uma infecção grave, que afeta os nervos do corpo todo, fazendo com que o indivíduo desenvolva espasmos musculares que o impedem de se movimentar. O tétano é causado por toxinas eliminadas pela bactéria Clostridium tetani.


Como saber se eu peguei tétano?

Sintomas de tétanoEspasmos musculares;Rigidez dos músculos do pescoço;Febre inferior a 38ºC;Músculos da barriga duros e doloridos;Dificuldade para engolir;Sensação de estar cerrando os dentes com força;Presença de ferimentos.


Para que serve o desbridamento?

O desbridamento é um método de extração de corpos estranhos e tecidos desvitalizados ou necróticos cujo objetivo é a limpeza, proporcionando as condições ideais para a cicatrização.


Como deve ser o tratamento do tétano?

Tratamento: O tétano é uma doença grave e às vezes fatal, caso a pessoa não seja atendida prontamente num hospital. No tratamento, são utilizados antibióticos, relaxantes musculares, sedativos, imunoglobulina antitetânica e, na falta dela, soro antitetânico.


Quais são os cuidados de enfermagem contra o tétano?

Tratamento: geralmente o tratamento consiste de: debridamento radical do foco de contaminação, antibioãcoterapia, soro antitetânico, vacina antitetânica (1- dose), miorelaxantes e sedativos (barbitúricos) e, no tétano grave, o curare.


1. Potencial para descanso

Este primeiro passo assume um estado basal no qual as alterações que levam ao potencial de ação ainda não ocorreram. É um momento em que a membrana está em -70mV, sua carga elétrica básica.


2. Despolarização

Esta segunda fase (ou a primeira do próprio potencial), a estimulação gera que ocorre na membrana do neurônio uma mudança elétrica de intensidade excitatória suficiente (que deveria pelo menos gerar uma mudança para -65mV e em alguns neurônios até – 40mV) para gerar que os canais de sódio do cone do axônio se abram, de tal forma que os íons de sódio (carregados positivamente) entrem de forma maciça..


3. Repolarização

Uma vez que os canais de sódio foram fechados, ele deixa de ser capaz de entrar no neurônio, ao mesmo tempo, o fato de os canais de potássio permanecerem abertos gera que isso continue a ser expelido. É por isso que o potencial e a membrana se tornam cada vez mais negativos.


4. Hiperpolarização

Como mais e mais potássio sai, a carga elétrica da membrana torna-se cada vez mais negativo ao ponto de hiperpolarizar: eles atingem um nível de carga negativa que até excede o de descanso. Neste momento os canais de potássio estão fechados e os canais de sódio são reativados (sem abertura).


5. Descanso potencial

A reativação da bomba de sódio / potássio gera pouco a pouco a carga positiva que entra na célula, algo que eventualmente irá gerar um retorno ao seu estado basal, o potencial de repouso (-70mV).


6. O potencial de ação e a liberação de neurotransmissores

Este complexo processo bioelétrico será produzido a partir do cone axônico até o final do axônio, de tal forma que o sinal elétrico irá progredir para os botões terminais.


O que é Tétano Acidental?

O Tétano acidental é uma infecção causada por bactéria encontrada na natureza e não é contagiosa. A principal forma de prevenção é por meio da vacina pentavalente.


Como o Tétano Acidental é transmitido?

O tétano acidental não é uma doença transmitida de pessoa a pessoa. A transmissão ocorre, geralmente, pela contaminação de um ferimento da pele ou mucosa.


Como é feito o diagnóstico do Tétano Acidental?

O diagnóstico do tétano é clínico, ou seja, não depende de confirmação laboratorial. Os exames laboratoriais auxiliam apenas no controle das complicações e tratamento do paciente. O hemograma habitualmente é normal, exceto quando há alguma outra infecção.


Como é feito o tratamento do Tétano Acidental?

Sempre que houver lesão da pele/mucosa, a pessoa deve lavar o local com água e sabão e procurar o serviço de saúde mais próximo para avaliar a necessidade de utilização de vacina ou soro. Se apresentar um dos sinais e sintomas característicos do tétano, após lesão na pele/mucosas, procure com urgência a unidade ou equipe de saúde mais próxima.


Situação epidemiológica do Tétano Acidental

Entre os anos de 2013 a 2020 foram registrados 1.903 casos de tétano acidental no país sendo: 258 na Região Norte (14%); 586 na Nordeste (31%); 441 na Sudeste (23%); 404 na Sul (21%) e 214 na Região Centro-oeste (11%). O coeficiente de incidência apresentou uma variação de 0,14 em 2013 para 0,08 por 100.000 habitantes em 2020.


Viajantes e o Tétano Acidental

Em situação de viagem para local onde a vacina contra o tétano não esteja disponível ou necessite de prescrição é prudente que todas as pessoas realizem com antecedência seu esquema vacinal. Atenção para a necessidade de reforço, após 10 anos da última dose do esquema completo. Confira o esquema de proteção no Calendário Nacional de Vacinação.


Quando tomar a vacina antitetânica

A vacina antitetânica faz parte do Plano Nacional de Imunização e o componente antitetânico pode fazer parte de vacinas que protegem contra outras doenças causadas por bactérias e suas toxinas, como:


Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ser causados pela vacina antitetânica são considerados efeitos locais, como por exemplo dor e vermelhidão no local da injeção. É comum que após a administração da vacina, a pessoa sinta o braço pesado ou dolorido, no entanto esses efeitos passam ao longo do dia.


Quem não deve usar

A vacina antitetânica é contraindicada para pacientes que apresentam febre ou sintomas de infecção, além de pessoas que apresentam alergia a algum dos componentes da fórmula da vacina. Além disso, caso a mulher esteja grávida, em fase de amamentação ou tenha histórico de alergias, é importante conversar com o médico antes de tomar a vacina.


O que é Tétano?

Tétano é uma grave doença bacteriana que afeta o sistema neurológico, por conta da toxina produzida pelo microrganismo, mexendo com a regulação dos músculos de modo que eles contraiam violenta e espasticamente quando provocados. Entre outras complicações, pode levar inclusive à morte.


Causas

O tétano é causado pela bactéria Clostridium tetani, que pode ser encontrada no solo, poeira e nas fezes de animais.


Sintomas de Tétano

O tempo entre a infecção e os primeiros sinais dos sintomas é geralmente de uma a três semanas. O período de incubação da bactéria é de, em média, sete a oito dias. Os principais sintomas do tétano são:


Na consulta médica

Descreva com detalhes todos os seus sintomas ao médico para que ele possa realizar o diagnóstico corretamente. Aproveite a consulta para tirar suas dúvidas também.


Diagnóstico de Tétano

O médico poderá confirmar o diagnóstico por meio de um exame físico, no qual procurará por sinais de espasmos e rigidez pelos músculos do corpo, e por meio também de um questionário a respeito do histórico médico do paciente e de sua família.


Tratamento de Tétano

Não há cura para tétano, por isso o tratamento será focado na cicatrização da ferida por onde entraram os esporos da bactéria e no uso de medicamentos para tratar os sintomas.


Tétano tem cura?

Sem tratamento, uma em cada quatro pessoas infectadas com tétano morrem. A taxa de mortalidade de recém-nascidos com tétano não tratado é ainda maior. Com o tratamento adequado, menos de 10% dos pacientes infectados morrem.


O que é o Tétano Neonatal?

O Tétano neonatal é uma doença infecciosa aguda, grave, não contagiosa, que acomete o recém-nascido (RN), nos primeiros 28 dias de vida, tendo como manifestação clínica inicial a dificuldade de sucção, irritabilidade e choro constante. A doença é causada por uma bactéria chamada Clostridium tetani.


Como o Tétano Neonatal é transmitido?

O tétano neonatal não é transmitido de pessoa a pessoa e sim pela contaminação do coto umbilical com os esporos da bactéria, que podem estar presentes em instrumentos não esterilizados e utilizados para secção do cordão umbilical, como tesoura e fios para laqueadura do cordão.


Como é feito o diagnóstico do Tétano Neonatal?

O diagnóstico do tétano neonatal é essencialmente clínico e não existe exame laboratorial específico para confirmação do diagnóstico. Exames laboratoriais são realizados apenas para controle das complicações e respectivas orientações do tratamento.


Como é feito o tratamento do Tétano Neonatal?

O tratamento do tétano neonatal deve ser sempre em ambiente hospitalar. O paciente deve ser internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou em enfermaria apropriada, acompanhado por uma equipe médica e de enfermagem experiente e treinada na assistência dessa enfermidade, o que pode reduzir as complicações e a letalidade.


Atendimento durante o parto e puerpério

O atendimento higiênico ao parto é medida fundamental na profilaxia do tétano neonatal. O material utilizado, incluindo instrumentos cortantes, fios e outros, deve ser estéril para o cuidado do cordão umbilical e do coto.


Como prevenir o Tétano Neonatal?

A vacina antitetânica (esquema completo e atualizado) tem uma eficácia de quase 100% na prevenção do Tétano Neonatal. Além da vacina, o parto limpo (asséptico), cuidados higiênicos e adequados com o coto umbilical são fundamentais na prevenção da doença.


Situação epidemiológica Tétano Neonatal

Com a implementação de uma política de eliminação do tétano neonatal como problema de saúde pública, em 1989 a Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou resolução propondo a eliminação do Tétano Neonatal (TNN) em todo o mundo até o ano de 1995, onde a meta mínima de eliminação seria equivalente a alcançar uma taxa de incidência de menos de um caso/1.000 nascidos (NV), por distrito ou município, internamente por cada país.

image

Leave a Comment