O que é estereoisomeria e açao dos farmacos

A Estereoisomeria apenas pode ser entendida por meio de fórmulas espaciais. A Estereoisomeria pode ser explicada e visualizada somente por meio de fórmulas espaciais. Esteroisômeros são compostos que possuem o mesmo grupo funcional, o mesmo tipo de insaturação, a mesma estrutura, heteroátomo ou substituinte.

Full
Answer

Quais são os tipos de estereoisômeros?

Os estereoisômeros podem ser subdivididos em duas categorias gerais: enantiômeros e diasteroisômeros. Os enantiômeros são estereoisômeros cujas moléculas são imagens especulares não superponíveis.

Quais são os tipos de isômeros?

Estereoisômeros – isômeros que têm a mesma conectividade, mas que diferem no arranjo de seus átomos no espaço. – Enantiômeros – estereoisômeros que são imagens especulares não-superponíveis um do outro. – Diasteroisômeros – estereoisômeros que não são imagens especulares um do outro.

Como se difundem os fármacos?

(Ver também Visão geral da farmacocinética .) Os fármacos se difundem através da membrana celular de uma região de alta concentração (p. ex., líquidos gastrintestinais) para outra de baixa concentração (p. ex., sangue).


O que significa estereoisômeros?

Estereoisômeros – isômeros que têm a mesma conectividade, mas que diferem no arranjo de seus átomos no espaço. – Enantiômeros – estereoisômeros que são imagens especulares não-superponíveis um do outro.


Qual a importância da quiralidade na ação dos fármacos?

Esse conceito é muito importante para a indústria farmacêutica, pois quando determinado fármaco é desenvolvido é preciso saber quais são os seus efeitos no organismo humano. Se determinada substância for quiral ou assimétrica, ela pode possuir enantiômeros com atividades farmacológicas diferentes.


Como escrevemos a orientação espacial correta de estereoisômeros?

Como devemos fazer para escrever a orientação espacial correta de estereoisômeros? Para podermos desenhar e reconhecer de forma correta a maneira como os substituintes de um carbono assimétrico orientam-se no espaço, precisamos de uma notação fácil e que possa ser reconhecida em qualquer lugar do mundo.


Qual a diferença entre enantiômeros é Diastereoisomeros?

Os diastereoisômeros e os enantiômeros são estereoisômeros, ou seja, realizam isomeria espacial, mas de tipos diferentes. A isomeria ocorre quando há dois ou mais compostos que possuem a mesma fórmula molecular, ou seja, são formados pelos mesmos átomos e na mesma quantidade, mas se diferenciam na sua estrutura.


Por que a quiralidade é importante para a vida?

Como vimos, o corpo humano, e os organismos vivos, tem uma preferência biológica por um determinado enantiômero. Os fármacos tem atividade biológica, e por isso, quando quirais, apenas um enantiômero atua como fármaco eficaz, enquanto o outro pode não ter efeito algum, ou ainda, pode ser um poderoso veneno.


Qual é a importância dos compostos quirais?

Os chamados medicamentos quirais produzidos sinteticamente constituem uma mistura racêmica (presença de isômeros). Eles têm em sua estrutura átomos com orientação tridimensional, uma modificação dessa orientação ocasiona a diminuição ou mudanças nos efeitos biológicos do medicamento.


Quais os dois tipos de estereoisomeria?

Isomeria Espacial ou estereoisomeria é o tipo de isomeria cuja estrutura molecular das substâncias orgânicas apresenta diferentes estruturas espaciais. Essas substâncias são chamadas de estereoisômeros. Há dois tipos de isomeria espacial, a isomeria geométrica e a isomeria óptica.


Quais são os campos que formam estereoisomeria?

A isomeria espacial ou estereoisomeria acontece quando dois compostos apresentam a mesma fórmula molecular e a mesma estrutura plana, mas diferem quanto a sua estrutura espacial. Os compostos que apresentam esse tipo de isomeria são chamados estereoisômeros.


Quantos grupos podem ser divididos os estereoisômeros?

Estereoisômeros podem ser divididos em duas categoriais: aqueles que são enantiômeros um do outro e aqueles que são diastereômeros um do outro.


Como saber se é R ou S?

Identificação da configuração R ou S Se o movimento resulta à direita, na direção dos ponteiros do relógio, a configuração é R (do latím rectus, direito). Se é à esquerda, no sentido contrário aos ponteiros do relógio, a configuração é S (do latím sinister, esquerdo).


O que são substâncias Isomeras?

Isômeros são moléculas de substâncias orgânicas que apresentam a mesma fórmula molecular, mas possuem propriedades e características estruturais diferentes.


Como ocorre a Tautomeria?

A tautomeria acontece quando duas moléculas de mesma fórmula molecular, ou seja, isômeros, estão em um equilíbrio químico dinâmico numa mesma fase líquida. É um caso especial de isomeria plana em que as funções orgânicas envolvidas são aldeídos, cetonas e enóis.


Estereoisomeria ou Isomeria Espacial

A primeira tarefa que devemos executar ao falar de estereoisomeria ou isomeria espacial é situar em que campo da química o conceito se encaixa. Ele se situa no campo da química orgânica, mais especificamente na química molecular, já que trata diretamente da fórmula molecular e da fórmula estrutural de compostos químicos.


Isomeria geométrica 1

Bom, já sabemos que para chamar algum elemento de isômero é necessário que ele tenha a mesma fórmula molecular que outro elemento qualquer. O que não sabemos é como identificar um composto isômero geométrico, por isso, vamos analisar atentamente os exemplos abaixo:


Isomeria óptica 2

A isomeria óptica segue o mesmo preceito da isomeria espacial: compostos com a mesma fórmula molecular, mas com fórmulas estruturais diferentes, distribuídos de forma não-linear no espaço.


Receptores opioides

Em 1950, baseando-se em requisitos estruturais e estereoquímicos, foi sugerido que os opioides induzem analgesia e seus outros efeitos devido a sua interação com receptores específicos. Contudo, apenas com o desenvolvimento de moléculas com atividade antagonista como a naloxona que o conceito de um receptor específico foi aceito.


Peptídeos opioides endógenos

O efeito analgésico dos opioides ocorre devido à atuação em receptores no sistema nervoso central (SNC), os quais respondem a peptídeos endógenos com efeitos farmacológicos semelhantes aos dos opioides, estas substâncias são chamadas de peptídeos opioides endógenos.


Ações celulares

Os opioides atuam promovendo a abertura dos canais de potássio e a inibição da abertura de canais de cálcio controlados por voltagem. Causando assim, hiperpolarização e redução da excitabilidade neuronal.
Além disso, ocorre redução da liberação de transmissores (pela inibição da entrada de Ca2+).


Aspectos farmacocinéticos

A absorção de análogos da morfina por via oral é variável. A morfina é geralmente administrada por via intravenosa para tratar dor aguda intensa, pois não apresenta boa absorção oral, porém, a morfina via oral é usada para tratar a dor crônica, em preparações de liberação lenta para aumentar sua duração de ação.


Tolerância e dependência

A tolerância é o aumento da dose necessária para produzir determinado efeito farmacológico. Ela pode se desenvolver em poucos dias com administrações repetitivas.

Leave a Comment