O que aconteceu com o pessoal que ingeriu açai contaminado

Quais são as causas da contaminação de pessoas através de alimentos contaminados?

A contaminação de pessoas através de alimentos contaminados é uma preocupação constante em todos os países do mundo. Muitos microrganismos presentes em alguns alimentos provocam o aparecimento de intoxicações alimentares, mas infelizmente esses alimentos não apresentam alterações em seu cheiro, sabor ou aspecto.

Como evitar a contaminação dos alimentos?

A melhor forma de evitar a contaminação dos alimentos é seguindo algumas regras básicas durante a manipulação, o preparo e o armazenamento desses alimentos. ► Lave muito bem as mãos antes de manipular qualquer tipo de alimento; ► Lave muito bem as mãos e os utensílios ao manipular alimentos diferentes, para evitar a contaminação cruzada;

Quais são os principais agentes biológicos capazes de contaminar a água e os alimentos?

Os principais agentes biológicos capazes de contaminar a água e os alimentos, além de causarem inúmeras doenças aos homens, são vírus, bactérias, protozoários, vermes, fungos e toxinas microbianas.


É verdade que o açaí está contaminado?

O pesquisador explica que o açaí em geral é contaminado quando um barbeiro, inseto vetor da doença, ou as fezes dele se misturam à polpa durante o processamento. “Às vezes são os reservatórios utilizados na produção do vinho de açaí que estão contaminados”, conta.


Qual o perigo de tomar açaí?

Acontece que essa saborosa fruta pode esconder um perigo: o parasita que transmite a doença de Chagas. Segundo a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), cerca de 10% dos alimentos à base de açaí no Pará e Rio de Janeiro apresentaram DNA do parasita, informa o G1 dessa doença.


Qual é a doença do açaí?

Resumo: No Brasil, a ingestão do açaí processado artesanalmente, sem tratamento térmico, tem sido relacionada a casos crescentes de doença de Chagas (Strawn et al., 2011), pela contaminação dos frutos pelo protozoário Trypanosoma cruzi (Pereira et al., 2009), agente causal da doença.


Qual a relação entre a doença de Chagas e o consumo do açaí?

Embora o tal protozoário seja realmente o causador da enfermidade, hoje ele é passado adiante principalmente através do açaí contaminado – e só em menor proporção pela picada do inseto. Atualmente, cerca de 70% dos casos de Chagas têm como pano de fundo o consumo de açaí contaminado.


Quais são os efeitos colaterais do açaí?

Não estão descritos os efeitos colaterais relacionados ao consumo de açaí, no entanto, como possui muitas calorias e gordura, o consumo excessivo de açaí pode engordar. Dessa forma, o açaí deve ser evitado por quem tem excesso de peso ou obesidade, sendo esta a única contra-indicação do consumo do fruto.


Pode tomar açaí todos os dias?

O açaí é rico em carboidratos e isso pode ser negativo, quando o consumo é excessivo, pois favorece o acúmulo de gordura e pode estimular o desenvolvimento da diabetes. A fruta também não é recomendada para alguns casos de pacientes com câncer.


O que é lúpus é como se pega?

Como se pega lúpus Ao contrário de boatos, o lúpus não é uma doença contagiosa, ou seja, não se pega, não se transmite. O lúpus geralmente é desenvolvido por conta do sistema imunológico, que produz anticorpos que atacam o próprio corpo.


Qual a bactéria que tem no açaí?

Resultados: Em 50% das amostras foram detectadas bactérias do gênero Staphylococcus sp., Enterobacter sp. (25%), Serratia sp. (15%) e Escherichia coli (10%), sendo que em algumas das amostras teve o crescimento de mais de uma espécie bacteriana.


Qual é a causa da doença de Chagas?

Doença de Chagas (DC) ou Tripanossomíase Americana é uma infecção parasitária, antropozoonose, causada pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi e transmitida pelo triatomíneo, popularmente conhecido como bicho-barbeiro.


Qual a composição do açaí?

O açaí é um verdadeiro arsenal de nutrientes, como vitaminas (A, E, D, K, B1, B2, C), minerais (cálcio, magnésio, potássio, ferro), aminoácidos, antioxidantes e óleos essenciais. Cada 100 gramas de açaí puro contém 58 calorias.

Leave a Comment