O tubarao do açaí

image

Qual a vida de um tubarão?

Os tubarões não usam os dentes para mastigar, pois o formato serrilhados tem a função de destroçar o alimento em pequenos pedaços. A média de vida de um tubarão é de 20 a 45 anos. Exceto os tubarões-brancos que chegam à incrível marca dos 70 anos.

Por que o tubarão não pode parar de nadar?

O tubarão não pode parar de nadar. Uma das principais curiosidades sobre os tubarões é o hábito que possuem de se manterem em movimento enquanto dormem, e isso tem uma explicação científica. A falta de uma bexiga natatória neste grupo de animais significa que os tubarões não podem permanecer imóveis durante seu tempo de descanso.

Como é a anatomia de um tubarão?

A anatomia de um tubarão é sofisticada e complexa. Como exemplo, podemos citar as peculiaridades das suas escamas. Diferentemente dos peixes comuns, o animal é constituído por escamas placóides, os chamados dentículos dérmicos, que se sobrepõem e formam sua pele.

Qual é o hábito do tubarão-baleia?

O tubarão-baleia, no entanto, não apresenta esse hábito, sendo ele classificado como filtrador. Apesar do que muitas pessoas pensam, nem todos os tubarões são predadores ferozes e perigosos. Aquelas espécies que se alimentam capturando outros animais possuem mandíbulas fortes e uma série de dentes bastante afiados.

image


Tubarão-baleia

O tubarão-baleia (Rhincodon typus) é o maior tubarão do mundo, portanto, é a espécie de peixe de maiores dimensões. Habita todos os mares tropicais com faixas de profundidades variadas. O maior tamanho registrado é de 20 metros e o comprimento médio geralmente excede os 10 metros.


Tubarão-peregrino

O tubarão-peregrino (Cetorhinus maximus) vive em águas temperadas e quentes, tendo movimentos migratórios de acordo com a época. Podem estar presentes entre os 200 e 2.000 metros de profundidade. É o segundo maior tubarão reconhecido com tamanhos médios entre 7 e 8 metros, mas em alguns casos podem superar os 10 m de comprimento.


Tubarão-da-groenlândia

O tubarão-da-groenlândia (Somniosus microcephalus) vive principalmente em águas temperadas e polares, com uma distribuição nas plataformas continentais e insulares. Dependendo da temperatura da água, pode chegar a cerca de 500 m nas épocas mais quentes e chegar a 1200 m em águas entre 1-12 o C.


Tubarão-tigre

O tubarão-tigre (Galeocerdo cuvier) está distribuído principalmente em águas tropicais e subtropicais. Embora com muitos poucos acidentes registrados, pode causar danos às pessoas. A espécie, ao contrário do que antes se pensava, tem um alto grau migratório, até em ecossistemas aquáticos contrastantes.


Tiburão-albafar

O tubarão-albafar (Hexanchus griseus) é o maior tubarão do seu grupo, considerado como uma espécie cosmopolita com uma distribuição global, principalmente em águas profundas. O alcance de suas dimensões vai dos 3,5 até os 4,8 m, com algumas exceções que chegaram aos 6 m de comprimento.


Tubarão-martelo-panã

O tubarão-martelo-panã (Sphyrna mokarran), assim como outras espécies do grupo dos esfirnídeos, é encontrado em todas as águas marinhas tropicais do mundo. Com sua peculiar cabeça em forma de T, mede entre 4 e 6 metros de comprimento e pesos de até 500 kg.


Tubarão-branco

O tubarão-branco (Carcharodon carcharias), uma das espécies de tubarões mais conhecida, apresenta uma ampla distribuição tanto em águas tropicais como frias, com uma particular presença em diversas águas costeiras. Em média, o tamanho máximo que atinge é de 6 metros, com pesos de até 3 toneladas.


O tubarão não pode parar de nadar

Uma das principais curiosidades sobre os tubarões é o hábito que possuem de se manterem em movimento enquanto dormem, e isso tem uma explicação científica. A falta de uma bexiga natatória neste grupo de animais significa que os tubarões não podem permanecer imóveis durante seu tempo de descanso. Surpreendente, não é?


O GPS dos tubarões é o campo magnético da Terra

Essa curiosidade sobre o tubarão é uma das mais interessantes: você sabia que os tubarões são capazes de reconhecer o campo magnético da Terra e usá-lo como uma bússola? Esta habilidade surpreendente que eles desenvolveram durante sua evolução no planeta lhes permite se moverem através dos mares e oceanos, bem como durante as longas migrações que caracterizam seus ciclos biológicos..


Como os tubarões caçam e identificam suas presas

Além de serem capazes de reconhecer o campo magnético terrestre, os tubarões têm a curiosa capacidade de detectar as cargas elétricas emitidas por suas presas enquanto se movimentam, orientando-se assim facilmente para atacá-las e devorá-las.


A gigantesca e temida mandíbula dos tubarões

Os tubarões são conhecidos mundialmente por seus ataques ferozes para se alimentar, mas todos os tubarões são igualmente agressivos? A resposta a esta pergunta está no tipo de dieta das diferentes espécies.


Os ossos dos tubarões

Outra das curiosidades sobre o tubarão é a respeito de seu esqueleto. Justamente por terem um tipo diferenciado, eles fazem parte um grupo distinto de peixes, chamados peixes condrictes ou peixes cartilaginosos. Os demais peixes, que contam com esqueletos ósseos, são chamados de peixes octeíctes.


Os tubarões se camuflam

Na imensidão do mar profundo, muitos animais optam pela camuflagem como uma técnica de sobrevivência. A grande maioria deles tende a fazer isso para passar despercebida por seus predadores, misturando-se com seu entorno e, assim, conseguindo sobreviver.


Características do tubarão

A principal característica do tubarão é sua composição óssea. Da família dos condrictes, tem sua formação esquelética composta por cartilagem, sendo mais flexível e leve que o ósseo. Isso o ajuda a se locomover mais rápido pelos mares.


Espécies de tubarão mais conhecidas

Acredita-se que existam mais de 465 espécies de tubarão habitando os oceanos ao redor do mundo. Dentre esse número, estima-se que 88 estão presentes na costa brasileira.


Do que se alimentam os tubarões?

A alimentação do tubarão varia de acordo com cada espécie. O tubarão-branco que, apesar da fama de comedor de gente, possui uma dieta voltada para o consumo de peixes e animais de grande porte como as focas e leões marinhos.


Características dos tubarões

Os tubarões são animais que, geralmente, apresentam grande porte. Algumas espécies podem alcançar até 20 m de comprimento. Seu corpo é fusiforme, sua pele, áspera e resistente, é recoberta por escamas placoides, cujas formas e distribuição aumentam a eficiência da natação – fato que os auxilia na busca por suas presas.


Ataques de tubarão

Embora muitas pessoas tenham medo de sofrer um ataque de tubarão, são poucas as espécies que representam algum perigo, e os ataques são relativamente raros. O Brasil encontra-se em nono lugar na lista de países com maior número de ataques registrados.


Curiosidade

Os tubarões exercem certo fascínio em muitas pessoas, principalmente pelo fato de serem grandes predadores dos oceanos. Isso pode explicar o sucesso alcançado pelo filme Tubarão, dirigido por Steven Spielberg e lançado em 07 de julho de 1975.


10 atitudes simples que podem salvar o planeta

Quer contribuir para a conservação do meio ambiente? Separamos algumas atitudes simples que podem salvar o planeta, como economizar água e reciclar o lixo.


Cadeia alimentar

A cadeia alimentar é a representação de uma sequência de organismos em que um serve de alimento para o outro. Cada organismo ocupa um nível trófico…


Peixes cartilaginosos (Condrictes)

Condrictes, ou peixes cartilaginosos, são peixes cuja principal característica é a presença de um esqueleto constituído predominantemente por cartilagem.


Peixes ósseos (Osteichthyes)

Os peixes ósseos possuem características que os distinguem dos cartilaginosos, como endoesqueleto ósseo, escamas flexíveis, presença de bexiga natatória,…

image

Leave a Comment