Para que serve o açaí

image

O que é e para que serve o AAS?

Na prevenção secundária —isto é, por quem já tem histórico de doença cardiovascular—, o remédio é bastante utilizado, mas quando receitado pelo médico —não tome por conta própria. Soma-se a isso o fato de que, na pediatria, a overdose do AAS é considerada bastante comum.

Quais são as reações adversas do uso de AAS?

Reações adversas: Informe seu médico sobre o aparecimento de reações desagradáveis com o uso de Aas, em especial sintomas como acidez no estômago, reações cutâneas alérgicas, zumbido, tonteira, e outras atribuíveis ao medicamento. Aas não deve ser utilizado por pacientes alérgicos a outros analgésicos e anti-inflamatórios do mesmo tipo.

Qual a melhor hora para tomar o AAS?

A recomendação do fabricante é que o medicamento seja consumido após as refeições. A medida faz com que o AAS demore mais para ser absorvido, mas não anula o seu efeito.

Quais são os princípios da comunidade AA?

Para ser membro de A.A., o único requisito é ter o desejo de parar de beber. No Programa de 12 passos, é utilizada a oração da serenidade como um meio de aceitação e superação. When a Man Loves a Woman — esposa de um piloto de uma companhia aérea participa das reuniões do AA em uma instalação de tratamento.

image


Em quais situações deve ser usado?

Dada a utilização desse fármaco há mais de um século, ele é considerado muito seguro. Contudo, é importante que você faça o uso racional desse remédio, ou seja, utilize-o de forma apropriada, na dose certa e por tempo adequado.


Entenda como funciona

O AAS possui boa farmacocinética, ou seja, ele é rapidamente absorvido no trato gastrointestinal, especialmente na sua forma líquida, e é distribuído pelos tecidos, até que chega a seu alvo, efetua sua ação, se transforma em um produto excretável (metabolização), termina sua tarefa e sai do corpo pela via renal.


Conheça as apresentações disponíveis

A Aspirina® e o BufferinCardio® são as marcas de referência do AAS. Mas você pode encontrar as versões genéricas. Confira algumas apresentações e doses disponíveis:


Quais são as vantagens e desvantagens desse medicamento?

A maior vantagem é que se trata de um fármaco cujos efeitos são bastante conhecidos e estudados. Por isso, é considerado seguro e eficaz quando utilizado sob orientação de um profissional da área da saúde.


Saiba quais são as contraindicações do AAS

Ela não pode ser usada por pessoas que sejam alérgicas (ou tenham conhecimento de que alguém da família tenha tido reação semelhante) ao seu princípio ativo ou a qualquer outro componente de sua fórmula. Caso você seja alérgico ao ibuprofeno também não deve fazer uso do AAS.


Crianças e idosos podem usá-lo?

Sim, desde que orientados por profissional da área da saúde sobre tempo de tratamento, dosagem, além das contraindicações descritas, especialmente em relação a doenças virais como a varicela ( catapora ), relacionada à Síndrome de Reye que, embora rara, deve ser considerada.


Estou grávida? Posso usar AAS?

O AAS pode atravessar a barreira placentária e ainda passa para o leite materno. No último trimestre de gravidez, o medicamento é contraindicado. Assim, caso haja necessidade de uso desse fármaco durante a gravidez ou lactação, o médico deve avaliar o custo/benefício de sua indicação.


Sidebar

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio.


menu

Como a maioria dos sites, Alcoólicos Anônimos (BR) usa cookies. Para oferecer um serviço personalizado e ágil e para melhorar o site, lembramos e armazenamos informações sobre como você o usa. Isso é feito usando arquivos de texto simples chamados cookies que ficam no seu computador. Ao usar este site, você concorda com este princípio.


Contra-indicações de Aas

Aas está contraindicado em todos os pacientes com hipersensibilidade ao ácido acetilsalicílico e a outros anti-inflamatórios não esteroides. Aas não deve ser empregado em pacientes predispostos a dispepsias ou sabidamente portadores de alguma lesão da mucosa gástrica.


Advertências

Não exceder a posologia recomendada na bula sem prévia orientação médica.
O ácido acetilsalicílico, que devido a algumas de suas propriedades prolonga o tempo de coagulação sanguínea, não deve ser usado em altas doses nos últimos três meses de gestação, exceto sob estrito acompanhamento médico, pois pode causar problemas no feto ou complicações durante o parto.
O mesmo cuidado deve ser tomado em relação às mulheres que estejam amamentando.
Existem relatos sugerindo que o uso de ácido acetilsalicílico em crianças e adolescentes com febre devido à infecção viral, especialmente nas gripes ou catapora, pode causar uma doença séria, porém rara, chamada “Síndrome de Reye”.


Interações medicamentosas de Aas

Alguns efeitos do ácido acetilsalicílico no trato gastrintestinal podem ser potencializados pelo álcool. Pode ser aumentada a atividade dos anticoagulantes cumarínicos e a atividade hipoglicemiante das sulfonilureias. Os anticoagulantes podem acentuar o efeito hemorrágico do ácido acetilsalicílico sobre a mucosa gástrica.


Aas – Posologia

Crianças até 1 ano de idade, a critério médico; de 1 ano a 2 anos, 1/2 a 1 comprimido; de 3 a 5 anos, 1 a 2 comprimidos, de 6 a 9 anos, 2 a 3 comprimidos; de 10 a 12 anos, 4 a 5 comprimidos.


Superdosagem

Nos casos de intoxicação moderada, o esvaziamento do estômago por aspiração ou êmese, ou a lavagem gástrica, serão normalmente medidas suficientes.
Nos casos de intoxicação grave (concentrações de salicilato acima de 500 mcg/mL de plasma em adultos e 300 mcg/mL em crianças) deve-se realizar lavagem gástrica juntamente com diurese por infusão intravenosa de solução fisiológica com bicarbonato de sódio, ou Ringerlactato ou solução de glicose..


Características farmacológicas

O ácido acetilsalicílico pertence ao grupo de fármacos anti-inflamatórios não esteroides, com propriedades analgésica, antipirética e anti-inflamatória.


Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

PACIENTES IDOSOS
Nos pacientes idosos, devido deterioração da função renal e gástrica há necessidade de um acompanhamento clínico mais cuidadoso, com o objetivo de evitar efeitos colaterais de maior gravidade.


1. Saúde Ocular

Os benefícios da vitamina A mais conhecidos são os relacionados à saúde dos olhos. De fato, a vitamina A se relaciona amplamente à boa visão, sendo necessária aos olhos para reconhecer pequenas quantidades de luz.


2. Efeito Antioxidante

O efeito antioxidante é, por sua vez, extremamente significativo entre os benefícios da vitamina A. Ao proteger o corpo dos efeitos nocivos dos radicais livres, a vitamina A em bons níveis reduz as chances de desenvolvimento de doenças crônicas e degenerativas, de modo que é um excelente meio de manter a saúde ao longo do envelhecimento.


3. Prevenção de Doenças Cardiovasculares

As doenças cardiovasculares também são evitadas através de níveis adequados de vitamina A, sobretudo em virtude da redução nos níveis de colesterol LDL (o colesterol “mau”). O colesterol LDL está amplamente relacionado à hipertensão arterial e ao surgimento da arteriosclerose.


4. Maior Imunidade

Mas não apenas doenças crônicas são evitadas pela vitamina A. Na verdade, todos os tipos de infecção e virose se tornam menos prováveis para quem obtém os níveis adequados dessa vitamina, uma vez que um de suas funções é trabalhar no estímulo ao sistema imunológico.


5. Saúde Óssea

Os benefícios da vitamina A para o metabolismo ósseo são intensos. Ao zelar pela densidade óssea adequada, a vitamina A dá as condições para um crescimento adequado e saudável. Para os adultos e idosos, esse benefício aparece na forma de uma degradação óssea mais lenta.


6. Saúde Nervosa

O mesmo vale para o sistema nervoso: crianças com bons níveis de vitamina A possuem um desenvolvimento cognitivo mais rápido e sólido, enquanto os idosos recebem da vitamina A uma proteção contra doenças degenerativas do sistema nervoso, tais como o mal de Alzheimer ou o mal de Parkinson.


7. Combate aos Sinais do Envelhecimento

O envelhecimento e seus sinais negativos também são evitados pela vitamina A no que diz respeito à pele. Uma vez que a vitamina A atua na produção de colágeno, o seu consumo em níveis adequados zela por uma pele tonificada, na qual rugas e outros sinais aparecem mais lentamente.


PARA SI?

Só você pode decidir se vale a pena experimentar AA – se acha que AA o pode ajudar. Nós, que estamos em AA, viemos porque finalmente desistimos de tentar controlar a bebida. Detestávamos ainda admitir que nunca poderíamos beber com segurança. Então soubemos, por membros de AA, que estávamos doentes (foi o que pensámos durante anos!).


Qual é a sua pontuação?

Respondeu sim quatro vezes ou mais? Se assim foi, provavelmente, tem um problema com álcool. Porque é que nós dizemos isso? Porque milhares de pessoas em AA o disseram durante muitos anos. Descobriram a verdade sobre si mesmas da maneira mais dura. Prontificamo-nos a mostrar-lhe como nós próprios parámos de beber.

image


Indicações Do Aas


suas Apresentações

  • O AASinfantil está disponível em 100mg, podendo conter caixas com 10, 20, 30, 60,100, 120, 200 e 500 comprimidos mastigáveis. Seu uso é oral. O ácido acetilsalicílico adulto é encontrado em 500 mg, podendo conter caixas com 20, 100, 200 e 400 comprimidos. Utilização é via oral. Lembrando que, em questões de medicamentos, a indicação adulta pode ser administrada por …

See more on quesaude.com.br


Efeitos

  • O uso deste medicamento é favorável contra diversos sintomas, entretanto, existem alguns efeitos colaterais. Os mais frequentes são: 1. Pequenas hemorragias; 2. Dor no estômago; 3. Vômito; 4. Enjoo; 5. Diarreia. Além destes, outros efeitos podem ocorrer, mas bem raramente. São eles: 1. Úlceras no estômago; 2. Sangramentos no estômago; 3. Reações alérgicas; 4. Respiraçã…

See more on quesaude.com.br


Contraindicações

  • Não devem utilizar o AAS as pessoas com as patologias e sintomas, a seguir: 1. Asma brônquica; 2. Alergia ao ácido acetilsalicílico, ou a qualquer componente da fórmula; 3. Ser propenso a ter sangramentos; 4. Conter úlceras no intestino ou no estômago; 5. Crises de asma recorrentes; 6. Pessoas em tratamento com o remédio metotrexato em quantidade de 15mg ou mais, semanal…

See more on quesaude.com.br


Posologia

  • A administração do ácido acetilsalicílico, varia de acordo com a idade e peso, da criança ou do adulto.

See more on quesaude.com.br


Aas Afina O sangue?

  • Você já deve ter ouvido falar que este medicamento infantil, para adultos, tem o poder de afinar o sangue e na prevenção de infarto, não é mesmo? Estudos revelam que este medicamento tem sido muito utilizado pelas pessoas com o intuito de prevenir doenças do coração e sanguíneas. O que não é mencionado, é que o uso deste remédio a longo prazo, pode…

See more on quesaude.com.br

Leave a Comment