Qual a açao da insulina no corpo humano

image

A insulina é um hormônio produzido no corpo. Ele age diminuindo os níveis de glicose (açúcar) no sangue, a regular é uma forma de insulina de ação curta. A Insulina regular é usada para tratar diabetes.

Full
Answer

Qual é o papel da insulina no corpo?

Também tem repercussões em várias outras áreas do corpo, consistindo na síntese de lipídios e na regulação da atividade enzimática. O papel mais importante da insulina no corpo é sua interação com a glicose para permitir que as células do corpo usem a glicose como energia.

Qual é a função da insulina?

A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, uma glândula grande situada atrás do estômago. Esse hormônio avisa as células do organismo para que absorvam a glicose, substância resultante da conversão dos carboidratos provenientes dos alimentos. A glicose é responsável por produzir calor e energia ou reserva de gordura para nosso corpo.

Como a insulina age no organismo?

E como ela age no organismo? Insulina é exatamente um hormônio! Ela é produzida pelo pâncreas e é responsável pela captação da glicose do sangue para gerar energia ao nosso organismo.

Por que a insulina é alta?

Além disso, embora seja raro, a insulina alta pode ocorrer devido a situações mais graves como insulinoma, um tipo de tumor no pâncreas, ou pelo aumento da multiplicação das células do pâncreas, em uma condição chamada nesidioblastose.

image


Quais as ações da insulina no corpo?

A principal função da insulina é controlar a quantidade de glicose no sangue após a alimentação1. Ela informa as células de que a glicose deve ser absorvida. Caso isso não aconteça, a permanência de níveis elevados de glicose na corrente sanguínea pode ser altamente tóxica.


Como a insulina age nas células?

A ação da insulina na célula inicia-se pela sua ligação ao receptor de membrana plasmática, ligação que ocorre com alta especificidade e afinidade, provocando mudanças conformacionais que desencadeiam reações modificadoras do metabolismo da célula-alvo, constituindo assim uma resposta celular.


O que acontece com o corpo quando fica sem insulina?

Os efeitos da insulina no metabolismo são fundamentais, uma vez que a falta dela ou a deficiência em sua produção levam ao aumento na concentração de glicose no sangue e, consequentemente, no aparecimento dos sintomas do diabetes.


Qual a função da insulina e descreva seu mecanismo de ação a nível celular?

A insulina é um hormônio secretado pelas células β das ilhotas de Langerhans do pâncreas. A função primordial da insulina é transportar glicose para dentro das células, a qual será usada para produção de energia. Com isso, também a insulina é fundamental para o controle do nível da glicemia sanguínea.


Como a insulina atua no metabolismo da glicose?

A insulina promove o transporte de glicose para essas células de modo idêntico ao das outras células do corpo. Em resumo, o efeito da insulina sobre o metabolismo da glicose é o de aumentar sua utilização para energia ou o de fazer com que a glicose fique armazenada sob a forma de glicogênio ou sob a forma de gordura.


Quem tem diabete pode ficar sem tomar insulina?

A pessoa com diabetes tipo 1 não pode parar de tomar a insulina. Isto a levaria rapidamente à cetoacidose diabética, desidratação grave, distúrbios dos eletrólitos, emagrecimento e com o passar dos dias a morte.


Como a insulina pode matar?

A superdosagem de insulina é capaz de levar a pessoa ao coma e, em seguida, a morte por hipoglicemia, independentemente de ela ser diabética, explica a endocrinologista Denise Reis Franco, diretora da ADJ Associação Diabetes Brasil.


Qual é a doença causada pela deficiência na produção de insulina?

Diabetes mellitus é uma doença do metabolismo da glicose causada pela falta ou má absorção de insulina, hormônio produzido pelo pâncreas e cuja função é quebrar as moléculas de glicose para transformá-las em energia, a fim de que seja aproveitada por todas as células.


¿ Quanto tempo a insulina rápida é eficaz?

Insulina rápida ou regular, como Novolin R ou Humulin R: imita a insulina que é liberada quando comemos, por isso ela inicia sua atuação em 30 minutos, fazendo efeito por cerca de 2h;


¿ O que é a insulina no pancreas?

A insulina é um hormônio produzido no pâncreas que é responsável por levar a glicose que está no sangue para o interior das células para que seja usada como fonte de energia para os processos de funcionamento do corpo.


¿Que é a diabetes?

A diabetes é uma doença que altera a quantidade de insulina produzida, pois afeta a capacidade do pâncreas para produzir este hormônio, podendo ser desde o nascimento, que é a diabetes tipo 1, ou ser adquirida ao longo da vida, que é o diabetes tipo 2. Nestes casos, pode ser necessário o uso de remédios para controlar os níveis de açúcar ou até fazer o uso de insulina sintética para simular a ação da que deveria estar sendo produzida pelo corpo.


¿ Como a insulina capta a glicose?

A insulina tem a capacidade de captar a glicose que está no sangue, e levá-la para os órgãos do corpo, como cérebro, fígado, gordura e músculos, onde pode ser utilizada para produzir energia, proteínas, colesterol e triglicerídeos para dar energia ao corpo, ou para ficarem armazenadas.


¿ Qual a acción lenta da insulina?

Ação lenta , como Lantus, Levemir ou Tresiba: é a insulina que é liberada de forma contínua e lenta ao longo 24 horas, o que mantém uma ação mínima ao longo do dia.


¿ Quantas veces se injece insulina sintética?

É por esse motivo que, quando a pessoa precisa utilizar insulina sintética para tratar a diabetes, também é importante usar esses dois tipos: uma que deve ser injetada uma vez por dia, e outra que deve ser injetada sempre depois das refeições.


O que é diabetes?

Quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina ou quando as células do corpo se tornam resistentes à ação deste hormônio, surge a diabetes. Em qualquer um desses casos, a glicose não consegue “entrar” nas células e vai se acumulando no sangue, sendo expelida pela urina.


Exame de sangue para medir insulina

Para confirmar a existência da diabetes ou possível propensão de manifestar essa doença, um dos exames que é feito na pessoa é a curva de tolerância à glicose (curva glicêmica) que tem como finalidade detectar se o organismo apresenta sinais de resistência à insulina.


Relação da insulina com a diabetes e o que é resistência à insulina

De acordo com a explicação do Dr. Drauzio Varella no vídeo abaixo, a insulina é como uma “chave” que abre a “porta” da membrana da célula, para glicose poder entrar e mantê-la ativa e saudável.


Redução do risco de diabete ou cuidados para quem já tem esse problema

Independente de se ter ou não diabetes e fazer uso de medicação apropriada para este caso, os cuidados com o corpo são o melhor remédio e a mais eficiente medicina.


O que é diabetes?

Quando o pâncreas produz pouca ou nenhuma insulina ou quando as células do corpo se tornam resistentes à ação deste hormônio, surge a diabetes. Em qualquer um desses casos, a glicose não consegue “entrar” nas células e vai se acumulando no sangue, sendo expelida pela urina.


Exame de sangue para medir insulina

Para confirmar a existência da diabetes ou possível propensão de manifestar essa doença, um dos exames que é feito na pessoa é a curva de tolerância à glicose (curva glicêmica) que tem como finalidade detectar se o organismo apresenta sinais de resistência à insulina.


Relação da insulina com a diabetes e o que é resistência à insulina

De acordo com a explicação do Dr. Drauzio Varella no vídeo abaixo, a insulina é como uma “chave” que abre a “porta” da membrana da célula, para glicose poder entrar e mantê-la ativa e saudável.


Redução do risco de diabete ou cuidados para quem já tem esse problema

Independente de se ter ou não diabetes e fazer uso de medicação apropriada para este caso, os cuidados com o corpo são o melhor remédio e a mais eficiente medicina.


Principais sintomas

A insulina alta pode não causar sintomas podendo ser percebido através de alguns sinais como ganho de peso sem motivo aparente, desejo constante de comer doces e açúcares, fome intensa ou frequente, mesmo após ter se alimentado.


Possíveis causas

A insulina alta é causada principalmente pela resistência à insulina provocada principalmente pela obesidade, sobrepeso, falta de atividade física ou dieta rica em açúcares e carboidratos, levando ao aumento da glicose no sangue e da produção de insulina pelo pâncreas na tentativa de regularizar os níveis de açúcar no corpo.


O que fazer

A insulina alta deve ser tratada pelo endocrinologista ou clínico geral, de acordo com sua causa, que nos casos de condições mais graves como insulinoma ou nesidioblastose, pode ser indicada uma cirurgia para retirar o tumor do pâncreas ou a remoção completa desse órgão. Saiba como é feito o tratamento do insulinoma.

image

Leave a Comment